MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

5/09/2023 06:00

Como já aqui escrevi anteriormente, a iniciativa do Parlamento da Madeira, que foi desencadeada pelo PSD e reuniu acordo na Região, foi posteriormente distorcida na Assembleia da República pelos deputados socialistas.

É do conhecimento de todos a constante denúncia desta situação, feita ao longo de meses por especialistas, técnicos de saúde, autoridades judiciais e autoridades policiais.

Todos aqueles que foram chamados a se pronunciar, criticaram as alterações que os socialistas quiseram introduzir na Assembleia da República, as quais vão "proteger" os traficantes.

Isto porque agora, deter uma determinada quantidade de um produto, mesmo que exagerada já não é sinónimo de potencial traficante.

Assim, os socialistas estão a defender os traficantes e a dificultar o trabalho das autoridades no seu combate!

Nem a tentativa de recorrer ao Tribunal Constitucional para que, por via de uma não audição aos Governos Regionais, se impedir a entrada em vigor da lei, teve sucesso.

Para o Tribunal Constitucional, "…a matéria não se apresenta como envolvendo questões respeitantes às regiões autónomas…".

Para quem vive na Madeira e nos Açores isto é mais uma demonstração de como o Tribunal Constitucional vive num mundo paralelo, fora da realidade, na sua cápsula de alheamento perpétuo!

Basta atentar no seguinte: "o Laboratório da Polícia Científica da PJ confirma que nas solicitações das polícias que dizem respeito às NSP (novas substâncias psicoativas) e que vêm depois confirmar-se serem novas substâncias, a Madeira e os Açores assumem uma preponderância evidente, (…) as duas regiões representam quase dois terços nos primeiros sete meses deste ano".

Perante todo este processo ao que assistimos? Ao que já aqui denunciei por mais de uma vez e que se confirma semana após semana.

O Partido Socialista da Madeira, a sua liderança, os seus deputados eleitos, são condescendentes com os traficantes, coniventes com uma lei que vai bloquear a capacidade de atuação das autoridades judiciais e policiais na Madeira e nos Açores!

Ainda este sábado o líder regional, Sérgio Gonçalves, deu uma grande entrevista ao DN e nem uma palavra teve sobre a droga, sobre a lei que o seu partido impôs na Assembleia da República e que será uma verdadeira catástrofe.

No fundo o PS Madeira quer fazer de conta que nada está a acontecer. O PS Madeira finge que não existem drogas e pensa que, pelo facto de não falar no assunto ele desaparece.

Os Madeirenses deveriam questionar-se sobre o porquê de tanto silêncio de Sérgio Gonçalves. Sobre o porquê de este PS Madeira não ter uma única palavra a dizer sobre a droga, o seu combate, a situação que atravessamos na Madeira e nos Açores.

É triste ver toda esta proteção aos traficantes!

OPINIÃO EM DESTAQUE
Coordenadora do Centro de Estudos de Bioética – Pólo Madeira
11/04/2024 08:00

A finitude da vida é um tema que nos confronta com a essência da nossa existência, levando-nos a refletir sobre o significado e o propósito da nossa passagem...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas