MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

29/08/2022 08:00

Quem não se lembra de ouvir Pedro Calado a prometer 1500 lugares de estacionamento na Praça do Município? Quem não se lembra de ouvir Pedro Calado a falar do trânsito caótico na Estrada Monumental e que tinha soluções para resolver essa questão? Quem não se lembra de ouvir Pedro Calado falar do ambiente, falar da insegurança na cidade e das problemáticas das pessoas em situação de sem abrigo? Quem não se lembra de ouvir Pedro Calado dizer que ia resolver os problemas dos bombeiros, e que na área do urbanismo, 5 dias seriam suficientes para dar andamento aos pedidos licenciamento para construção? E a problemática da poluição do mar da nossa costa, quem não se lembra?

Como se constatou, afinal haviam mais pessoas distraídas do que se pensava e a realidade é que a coligação de direita ganhou as eleições.

Eis que passados 10 meses desde que tomaram posse, a tal coligação de direita "já foi à vida", ficando apenas o PSD aos comandos da capital da nossa região. Calado governa sozinho, com uns vereadores a cumprir mandato para a fotografia e levantar a mão nas reuniões de câmara, tal é a incompetência a que se tem assistido.

Passados 10 meses os problemas da insegurança agravaram-se. Todos os dias vemos notícias de assaltos, roubos, agressões. Problemas graves ligados à toxicodependência e até violações. Poderão questionar se mais policiamento não resolveria a questão, não, o policiamento apenas atua no imediato, sendo necessárias alterações de fundo nas áreas sociais e de emprego, para que esta problemática se esbata, e nessa área, nada tem sido feito.

O ambiente está pior, muito pior, talvez por isso, não tenham sequer apresentado candidatura do Funchal ao galardão ECO XXI, provavelmente com receio de que pela primeira vez não fosse atribuída essa bandeira à cidade. O lixo acumula-se nos ecopontos, nas casas do lixo dos prédios. A limpeza urbana nunca foi tão má e as ervas fizeram da nossa cidade o paraíso para crescerem. Vivemos na cidade do mau ambiente.

O trânsito, alguém nota melhorias? Alguém nota o trânsito mais fluído na Estrada Monumental, apesar de terem gasto 150.000 € a destruir a recente obra da ciclovia, que englobava passeios mais largos e mais amigos do peão? Não, não está. Não está melhor e as soluções que apresentam, da competência do município, são inexistentes. Entretanto, os 1.500 lugares da Praça do Município passaram a 250 e, espero que nem esses se façam, pois, a praça, a mais emblemática do Funchal, tem de ser preservada ao máximo, e do que já conhecemos do apetite pelo betão do atual Presidente, não terá qualquer problema em descaracterizá-la por completo.

E o que foi feito para cumprir a promessa para com os bombeiros? Nada! E os 5 dias para os licenciamentos na área do urbanismo? Mais uma miragem.

Quanto ao nosso mar, em pleno mês de agosto, já conseguiram colocar as Poças do Gomes como uma das praias mais poluídas do país! Vergonha!

Enfim, vivemos numa cidade mais do que parada, e que sofreu um retrocesso nas mais variadas áreas. De uma coligação de seu nome Funchal Sempre à Frente, passámos para um PSD do passado que não quer saber da cidade e que apenas se preocupa com a imagem dos políticos, ignorando por completo as necessidades e anseios de toda uma população.

OPINIÃO EM DESTAQUE
Coordenadora do Centro de Estudos de Bioética – Pólo Madeira
11/04/2024 08:00

A finitude da vida é um tema que nos confronta com a essência da nossa existência, levando-nos a refletir sobre o significado e o propósito da nossa passagem...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas