MADEIRA Meteorologia

Há mais de 20 anos que o desemprego na Madeira não era tão baixo

Carla Sousa

Jornalista

Data de publicação
20 Junho 2024
18:43

A constatação advém dos dados publicados hoje pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP). A Madeira é a região com a maior redução do desemprego registado.

Os dados do relatório do IEFP, relativos ao desemprego no mês de maio, mantêm a Região Autónoma da Madeira como a região com a maior redução do desemprego registado (-19,6%), seguida dos Açores (-15,6%).

Trata-se de uma diminuição acentuada de 1.666 desempregados na RAM, comparativamente a maio de 2023.

Todas as outras regiões registam aumentos homólogos, resultando num crescimento global do desemprego de 8,5% para a média nacional.

Com o valor mais baixo desde outubro de 2004, no final de maio de 2024 estavam inscritos no IEM 6.832 desempregados, o que corresponde a um decréscimo de 3,7% de inscritos face ao mês anterior (-260 inscritos). Em maio, na comparação com o mês anterior, em todas as regiões há um decréscimo do número de inscritos, com a RAM a registar uma diminuição de 3,7%, sendo a diminuição ao nível nacional de 2,5%.

Ana Sousa, secretária regional de Inclusão, Trabalho e Juventude, refere que “uma vez mais, os indicadores mostram-se muito positivos. Desde outubro de 2004 que não tínhamos um número tão baixo de pessoas inscritas no Centro de Emprego e isso deve-se ao excelente desempenho do tecido económico regional”. Contudo e, face à conjuntura atual, a governante pede “responsabilidade e maturidade para que não deixemos cair por terra estes indicadores históricos”, numa clara alusão ao cenário político atual de incerteza e de indefinição, referindo ainda que “a não aprovação do Programa de Governo, bem como a inviabilização do Orçamento Regional, poderão colocar em causa o reforço dos apoios, na vertente de estágio e de empreendedorismo, dos programas de formação e emprego, da revisão e a criação de novas medidas ativas de emprego e da continuidade das ações em curso, entre outras situações que colocam em causa, um dos principais objetivos do Governo Regional, nomeadamente, uma melhor e mais rápida integração no mercado de trabalho”, concluiu.

Refira-se ainda que o número de ofertas recebidas ao longo do mês de maio na RAM aumentou ligeiramente (2,1%) face ao mês anterior, acima da média nacional (+1,5%). Também de acordo com os dados apresentados hoje, em maio o desemprego jovem decresceu 5,3% (-46 inscritos), comparativamente ao mês anterior.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas