MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

6/09/2022 06:00

Neste sábado a Iniciativa Liberal acusou o primeiro-ministro de ser mentiroso além de incompetente.

Isto porque afirma ter descoberto que desde abril de 2022 que António Costa diz que não pode baixar o IVA da eletricidade pois necessita de uma autorização de Bruxelas e que tal não é verdade.

Não está em causa se António Costa no pacote de medidas que anunciará segunda-feira (ontem) incluirá ou não essa baixa do IVA da eletricidade.

O que está em causa é uma solicitação, que inclusive a Assembleia Legislativa da Madeira aprovou, neste sentido, e que é reivindicada desde há alguns meses e contra a qual António Costa tem atirado com a bruxa má de Bruxelas que não deixa!

Mais acusa a IL de falta de verdade, uma vez que outros países nas mesmas circunstâncias já procederam a essa mesma baixa.

Só Portugal é que tem dificuldades com essa diminuição?

Falamos de um bem essencial, não só para as famílias mas também para a indústria.

Resta sabermos se o Governo irá desmentir estas graves acusações (e se assim for deixa mal a Iniciativa Liberal) ou se irá assobiar para o lado, fazendo de conta que não tem nada a ver com o tema.
Não seria a primeira vez.


2. Manhas do PS

Foi notícia este fim de semana que o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, escreveu ao Parlamento, mais precisamente ao presidente da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias dando conta de que está disponível para ir à Assembleia da República prestar esclarecimentos sobre diversos temas acerca dos quais vários partidos têm solicitado a sua presença.

O ministro tem pedidos de audição sobre assuntos florestais, falhas no sistema integrado de comunicações - SIRESP - e também sobre a reorganização do efetivo policial nas forças de segurança, nomeadamente no Porto.

Mais. Na sua cartinha escreve mesmo esta verdade de La Palice, considera que "é dever de um governante prestar contas perante a Assembleia da República", manifestando, por isso, "cooperação para uma adequada harmonização de calendários".

Ora, alguma vez um ministro tem de dizer que está disposto a cumprir a lei? Em vez destas artimanhas, que mais não servem do que para adiar no tempo a sua ida à Assembleia para prestar contas, devia sim solicitar ao seu gabinete a articulação das datas para ir à Comissão e lá apresentar-se.

Esta cartinha não serve para mais nada do que para propaganda barata (com esta notícia ridícula) ajudando ainda a empurrar com a barriga a sua audição.
Uma vergonha que só engana parvos!

*Tropeçudo - que tropeça a cada passo.

Medeiros Gaspar escreve à terça-feira, de 2 em 2 semanas

OPINIÃO EM DESTAQUE
Coordenadora do Centro de Estudos de Bioética – Pólo Madeira
11/04/2024 08:00

A finitude da vida é um tema que nos confronta com a essência da nossa existência, levando-nos a refletir sobre o significado e o propósito da nossa passagem...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas