MADEIRA Meteorologia

Chega já admite viabilizar Programa de Governo porque foi “ouvido pela primeira vez”

Data de publicação
24 Junho 2024
17:12

Miguel Castro já contempla a possibilidade de viabilizar o Programa de Governo. O presidente do Chega na Madeira alterou o discurso no final da reunião mantida com representantes do Governo Regional e todas as forças partidárias com assento parlamentar, porque, sublinha, “também houve uma mudança por parte do Governo”, que se mostrou “aberto a negociar, o que é um bom sinal, sinal de inflexão”.

Miguel Castro esclarece que fala com André Ventura “todos os dias” e que está em consonância com o líder nacional. E vinca, por isso, que vai continuar a pedir a saída de Miguel Albuquerque “até aos últimos instantes”, mormente já não ser a única condição para o Chega poder se entender com o PSD. “Isto começou com o PSD, de forma altruísta, a dizer que já tinha o aval de todas as forças partidárias, o que não é verdade”. “Fomos ouvidos pela primeira vez”, refere.

Em relação ao futuro, considera positivo o facto de esta ser uma “oportunidade de todos os partidos terem poder sobre o partido que sustenta o Governo”, o que faz com que seja possível “aprovar” propostas do Chega e garante, paralelamente, uma “fiscalização mais apertada sobre o PSD”.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas