Covid-19: País passa a nível de calamidade a 1 dezembro

Carla Ribeiro

O primeiro-ministro realça o agravamento da situação de novos casos de covid-19 em Portugal. Em declarações numa conferência de imprensa no Palácio da Ajuda, António Costa diz que este agravamento tem se traduzido numa evolução negativa nos internamentos, seja nos normais como nos de cuidados intensivos. "Temos também a lamentar um maior número de óbitos que os verificados anteriormente", afirma.

Este é o momento adequado para que Portugal possa adotar novas medidas que envolvam o conjunto dos cidadãos, as famílias, as empresas e todas as entidades do setor público. António Costa pede o auto-teste sempre que possível. "Antes de nos juntarmos às nossas famílias, por exemplo", refere, aconselhando o teletrabalho.