MADEIRA Meteorologia

DRS recomenda medidas para o controlo da asma, que afeta mais de 15 mil madeirenses

Data de publicação
18 Junho 2024
16:23

Assinala-se no dia 21 de junho, o Dia Nacional de controle da Asma, uma data que pretende aumentar a consciencialização e realçar a importância da educação sobre a asma como uma ferramenta fundamental para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

De acordo com uma nota da Direção Regional da Saúde, estima-se que em Portugal a asma afete cerca de 700 mil pessoas, mas apenas 57% dos doentes asmáticos têm a sua doença controlada. Na Região Autónoma da Madeira (RAM) de acordo com dados do Inquérito Nacional de Saúde (2019), a asma afeta 15 554 pessoas com 15 ou mais anos (7% de um total de 220 923).

“A asma é uma das doenças respiratórias crónicas mais comuns em todo o mundo, afetando pessoas de todas as idades, e quando não controlada, é uma das principais causas de morbilidade e mortalidade por doença respiratória”, refere a DRS.

Mais acrescenta que esta define-se pela existência de uma inflamação crónica das vias aéreas, caraterizada por sintomas respiratórios recorrentes, como falta de ar, intolerância ao esforço, cansaço, respiração acelerada, pieira e aperto no peito, são alguns dos sintomas mais referidos por quem sofre de asma.

A sua causa não é totalmente conhecida, não tem cura, e embora possa ser uma doença grave, existem vários tratamentos disponíveis e pode ser controlada com o tratamento correto.

A exposição a alguns fatores, podem agravar a inflamação das vias aéreas e desencadear os sintomas de asma, designadamente infeções respiratórias, alergénios de ácaros ou de animais de companhia, pólenes, exercício físico, fumo de tabaco, emoções fortes e alterações da temperatura do ar.

Viver com asma pode ser um desafio, mas com a educação adequada e o tratamento adequado é possível controlá-la com sucesso através de medicamentos e outras medidas.

A DRS associa-se a este dia e recomenda diversa medidas que contribuem para o controlo da asma e melhor qualidade de vida:

- Estar informado (a) sobre a doença, os seus sintomas, os tipos de tratamento disponíveis e as estratégias de evicção dos fatores desencadeantes;

- Evitar a exposição aos alergénios relevantes ou a outros fatores de agravamento;

- Tomar a medicação corretamente, em particular os inaladores;

- Reconhecer e saber como atuar perante os sintomas de agravamento;

- Praticar exercício físico;

- Não fumar;

- Adotar um estilo de vida saudável.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vence o Campeonato Europeu de Futebol?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas