MADEIRA Meteorologia

Maior parte da manipulação de informação contra LGBTIQ+ é de origem russa

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
27 Outubro 2023
8:33

Mais de metade das campanhas de desinformação contra o coletivo LGBTIQ+ são de origem russa, segundo os 31 casos considerados em um relatório do Serviço Europeu de Ação Externa, da Comissão Europeia, sobre a manipulação de informação.

Quase 80% dos casos estudados utilizaram narrativas que visam governos ocidentais, o Executivo ucraniano, a União Europeia, organizações da sociedade civil, internacionais e desportivas, segundo o estudo divulgado esta semana.

Aqueles 31 incidentes, registados entre junho de 2022 e julho de 2023, tiveram uma ampla representação geográfica, uma vez que se identificaram 15 idiomas, a saber, alemão, checo, eslovaco, árabe, chinês, inglês, finlandês, francês, italiano, polaco, português, russo, sérvio, somali e ucraniano.

A narrativa recorrente é a de que "o Ocidente está em queda" e que a promoção dos direitos LGBTIQ+ [lésbicas, homossexuais, bissexuais, trans, intersexo, queer e outros) é "uma forma encoberta de colonização por um Ocidente moralmente corrupto".

Lusa

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vence o Campeonato Europeu de Futebol?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas