Jornadas Madeira: "PRR está absolutamente desatualizado”

Alberto Pita

O deputado do PSD Carlos Rodrigues considerou hoje que o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) “está absolutamente desatualizado”.

“O PRR está absolutamente desatualizado, por causa dos valores hoje da inflação e da diminuição das cadeias de abastecimento”, sublinhou o deputado, durante as Jornadas Madeira, esta edição dedicada ao PRR e às Finanças Regionais.

Carlos Rodrigues criticou o modelo criado pela Comissão Europeia para o PRR, que não atende às especificidades nem respeita as idiossincrasias dos diferentes estados-membros. “Um PRR que no setor da habitação, por exemplo, impõe as mesmas regras entre países do norte e do sul, onde as diferenças de temperaturas são enormes”.

O deputado regional defendeu, por outro lado, a criação de um modelo fiscal próprio para a Madeira, e admitiu que o mesmo possa realizar-se dentro do atual quadro constitucional.

Porém, considerou que o novo modelo fiscal deve beneficiar de “garantias de estabilidade” e não pode estar “dependente de interpretações subjectivas dos deputados e do Tribunal de Contas”.

“Nós não queremos mais dinheiro, mas não queremos um sistema que nos impeça de conseguir arrecadar mais dinheiro”, clarificou.