MADEIRA Meteorologia

"Tenho pergaminhos relativamente à autonomia regional", lembra Jorge Moreira da Silva

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
19 Maio 2022
14:40

Na sequência da deslocação à Madeira, Jorge Moreira da Silva, candidato á liderança nacional do PSD, foi recebido ao início desta tarde por Miguel Albuquerque, na Quinta Vigia, sendo acompanhado por Rubina Berardo, a sua mandatária na Região.

O candidato vai deixar, ao final da tarde, a Região sem saber quantos votos conseguiu angariar, mas tendo consciência de que "o partido a nível regional tem uma posição tomada, uma posição que eu respeito, como respeito também a posição do dr. Miguel Albuquerque como mandatário nacional da outra candidatura", no caso de Luís Montenegro.

Todavia, ressalva Jorge Moreira da Silva, "aqui quem vota são os militantes e cada militante tem um voto. Aquilo que eu espero é que os militantes da madeira olhem para mim como alguém que tem 33 anos percurso político sempre ao lado da Madeira".

E desse percurso, releva que "tenho pergaminhos relativamente à autonomia regional, tenho um percurso que fala por si. Enquanto presidente da JSD, em 1996, fui autor do projeto de revisão constitucional que pela primeira vez propõe a eliminação dos Ministros da República".

Depois, "enquanto deputado europeu, de 1999 a 2003, bati-me, como poucos, para que a floresta Laurissilva e as Selvagens pudessem beneficiar de financiamento do projeto ‘Life’".

Já "enquanto secretário de Estado da Ciência, entre 2003 e 2005, consegui criar pela primeira vez cursos preparatórios de Medicina na universidade da Madeira para que os cidadãos que vivem aqui não tivessem que ir de imediato para universidades no Continente. Lembro-me bem da contestação que a Ordem dos Médicos moveu na altura".

Por último, "como ministro, entre 2013 e 2015, encontrei forma, ao contrário do que a troika queria, de não penalizar os consumidores de eletricidade da Madeira, com cortes nas subvenções que o sistema nacional de eletricidade atribuía à Região".

As eleições de sucessão de Rui Rio na liderança nacional do PSD estão agendadas para 28 de maio.

David Spranger

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda que Portugal deve “pagar custos” da escravatura e dos crimes coloniais?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas