MADEIRA Meteorologia

Papa transmite solidariedade ao povo do Paquistão após inundações no país

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
28 Agosto 2022
15:10

O papa Francisco expressou hoje sua solidariedade ao povo do Paquistão, após as graves inundações que afetaram o país neste sábado, que causaram mais de mil mortes e obrigaram à retirada de milhares de pessoas.

"Neste lugar, que sofreu uma grave calamidade, quero manifestar a minha solidariedade para com o povo do Paquistão afetado pelas inundações de proporções desastrosas. Rezo pelas inúmeras vítimas, os feridos, os desalojados e por uma pronta e generosa solidariedade internacional", disse o papa, em L'Aquila, no centro da Itália, onde fez uma visita pastoral e se encontrou com as vítimas do terremoto de 2009 naquela região.

A Autoridade Nacional de Gestão de Desastres do Paquistão (NDMA) informou, no sábado, que morreram 1.033 pessoas desde o início das chuvas, em 14 de junho, 119 das quais nas últimas 24 horas.

As chuvas também provocaram 1.527 feridos nos últimos dois meses, arrasaram 949.858 casas e destruíram quase 3.500 quilómetros de estradas, segundo o NDMA, citado pela Efe.

Mais de 33 milhões de habitantes, ou um paquistanês em cada sete, foram também afetados pelas inundações e perto de um milhão de casas foi destruída ou muito danificada, referiram os dados governamentais.

A NDMA indicou que mais de 80 mil hectares de terra cultivada ficaram destruídos e mais de 3.400 quilómetros de estradas e 149 pontes foram levadas pelas águas.

A monção, designação dos ventos sazonais associados à alternância entre a estação das chuvas e a estação seca, entre junho e setembro, é essencial para a irrigação de culturas e reconstituição dos recursos hídricos do subcontinente indiano.

O Governo paquistanês declarou o estado de emergência na sexta-feira, mobilizando o Exército para fazer face a "uma catástrofe de proporções raras", como lhe chamou a ministra das Alterações Climáticas, Sherry Rehman.

A União Europeia anunciou, este sábado, que atribuiu 1,8 milhões de euros em ajuda humanitária destinada às famílias afetadas pelas inundações no Paquistão.

Em comunicado, o executivo comunitário aponta que a ajuda humanitária visa apoiar designadamente as populações afetadas em alguns dos distritos mais duramente atingidos nas províncias de Sinde, Baluchistão, Punjab e Khyber Pakhtunkhwa, sendo o financiamento atribuído aos parceiros humanitários da UE que operam no terreno.

Na semana passada, a UE já tinha destinado 350 mil euros em ajuda para as populações da província do Baluchistão afetadas pelas cheias.

Lusa

OPINIÃO EM DESTAQUE
Coordenadora do Centro de Estudos de Bioética – Pólo Madeira
11/04/2024 08:00

A finitude da vida é um tema que nos confronta com a essência da nossa existência, levando-nos a refletir sobre o significado e o propósito da nossa passagem...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas