MADEIRA Meteorologia

JPP diz que declaração de princípios assinada com o PS já não está em vigor

Alberto Pita

Jornalista

Data de publicação
31 Maio 2024
19:43

O secretário-geral do JPP disse hoje que já não está em vigor a declaração de princípios assinada na segunda-feira com o PS/Madeira, que propunha uma alternativa de governo ao PSD, liderada pelo PS e pelo JPP, e à qual esperava a adesão de outros partidos da oposição, o que acabou por não acontecer.

“Não foi um acordo, foi um princípio de entendimento com o PS, que terminou nessa mesma noite”, clarificou hoje Élvio Sousa, num encontro com jornalistas.

“Nós procurámos estabilidade” no dia seguinte às eleições, “era nossa obrigação”, “tínhamos a obrigação moral/ética de o fazer”, mas “o PAN, o CDS e os restantes não quiseram”, recordou.

“Se preferem manter Miguel Albuquerque, a responsabilidade dos destinos da Região cabe integralmente a esses partidos”, enfatizou, considerando que agora ninguém os pode acusar de “não ter tentado uma solução de emergência para a Madeira”.

O secretário-geral do JPP também comentou o facto de ter sido adiado de segunda para terça-feira o encontro entre Albuquerque e o representante da República, para a apresentação da composição do novo governo.

Citando Ireneu Barreto, Élvio Sousa disse que se a proposta PS-JPP não tinha qualquer hipótese, agora também “parece que Miguel Albuquerque tem poucas hipóteses de dar um governo estável”.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas