MADEIRA Meteorologia

CDU com “ autoridade moral” para pedir rutura com o regime atual

Paula Abreu

Jornalista

Data de publicação
27 Janeiro 2024
16:28

Decorre a apresentação da candidatura da lista pela Madeira da CDU às eleições legislativas nacionais marcadas para 10 de Março.

O coordenador regional do PCP começou a intervenção com enfoque na crise política regional na sequência da megaoperação judicial na Madeira.

”Há quantos anos estamos a falar nesses problemas?”, questionou Edgar Silva, lembrando as denúncias do partido aos “grandes negócios” na Região.

”Temos mais do que os outros, autoridade moral” para pedir uma rutura com o regime atual e ir “de cara levantada” para esta luta eleitoral de Março próximo, acentuou Edgar Silva terminando que os madeirenses podem confiar na CDU, partido que tem estado nas zonas altas e mais isoladas a defender os direitos dos trabalhadores.

Na apresentação da candidatura da CDU, estão previstos cinco discursos, entre os quais da cabeça de lista pela CDU/Madeira, Sílvia Vasconcelos.

O mandatário da candidatura pelo círculo da CDU/Madeira, Francisco Simões mostrou-se apreensivo com o momento atual na região e no país, lamentando que o poder atual não seja politico mas económico, com “tubarões” a controlarem o poder.

Mas, “não somos todos iguais”, sublinhou Francisco Simões, que se sente “honrado” por ser mandatário de pessoas diferentes, “que não se vão servir como esta gente” que está no poder.

”Não somos todos os iguais”, repetiu, pedindo aos presentes para demonstrarem no dia a dia que “os comunistas são diferentes”.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas