MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

Presidente da Académica da Madeira

28/06/2023 08:00

No mês em que celebramos o final do curso de mais de 400 estudantes, a Académica da Madeira tornou público os dados que foram apurados pelo seu Observatório da Vida Estudantil, uma estrutura de estudo da nossa Associação. Tratou-se de um inquérito por questionário realizado aos nossos 409 finalistas. Neste estudo, 93% dos inquiridos recomendam a UMa para a realização dos seus estudos superiores. O que mais agradou aos novos que estão em vias de se graduar foram as amizades e os conhecimentos de adquiriram na sua passagem pela instituição (23,5% e 20,8%, respetivamente), no ambiente demonstrado entre colegas e funcionários (10,1%), entre outros fatores importantes para o bem-estar dos estudantes. A maioria dos inquiridos ficou satisfeita com o seu curso, tendo 80% indicado que tinha correspondido às suas expectativas. Dos aspectos considerados como negativos, foram realçados pelos finalistas as elevadas componentes teóricas nas cadeiras (16,2%), o excesso de momentos de avaliações nos seus cursos (14,0%), a carga horária (13,0%).

A empregabilidade foi considerada como a maior preocupação dos participantes do estudo, tendo sido mencionada por 25,4% dos inquiridos. A ela seguiu-se a independência financeira, indicada por 20,8% dos finalistas. Outras preocupações citadas incluem a satisfação com a profissão (10,9%) e a continuação dos estudos (9,3%), que refletem os diversos aspetos que os estudantes consideram fundamentais para o seu futuro, do ponto de vista profissional, pessoal e financeiro.

Numa análise às intenções de continuidade dos estudos, 46,1% dos estudantes inquiridos expressou o desejo de prosseguir imediatamente com os estudos, através da realização de um mestrado, de um doutoramento ou de outra especialização. Estes estudantes reconhecem o valor da educação contínua e procuram expandir suas capacidades, ideias e conhecimentos na sua área de estudo. Em oposição, 11,5% dos participantes planeiam fazer uma pausa e ingressar no mercado de trabalho antes de continuar os estudos. Uma parcela menor, correspondendo a 13,9% dos participantes, manifestou a intenção de ingressar diretamente no mercado de trabalho, sem planos de voltar a estudar.

No geral, os resultados destacam a diversidade de avaliações entre os estudantes, com a larga maioria apresentando uma visão positiva da UMa, do curso que está a concluir. O nosso Observatório da Vida Estudantil foi, novamente, uma estrutura na vanguarda da recolha de dados do Ensino Superior na Madeira, principalmente pela amplitude do estudo (93% dos finalistas responderam ao inquérito) e pelo seu carácter inovador. Serve como ponto de partida para que outras instituições e investigadores possam utilizar os dados e seguir várias vias de estudo para compreensão do universo plural que é o ensino superior na Madeira.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Qual o seu grau de satisfação com a liberdade que o 25 de Abril trouxe para os madeirenses?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas