MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

Advogada

17/05/2023 08:00

A denominada "lei da eutanásia" será, brevemente, publicada e temo que com a entrada em vigor de tal lei, mais do que nunca, passemos a ter uma sociedade que cada vez mais coloca a sua tónica no que é útil, aparentemente belo e capaz, descartando aquele que sofre, que está acamado, que padece de uma doença incurável, que é velho…, mas que é tão digno, ou mais, do que eu!

Há um poema que me acompanha desde a minha infância e que é o seguinte: "quem nasceu em branca nuvem e em plácido repouso adormeceu, quem não sentiu o frio da desgraça, quem passou pela vida e não sofreu, não foi homem, foi espectro de homem somente passou pela vida e não viveu".

É … o sofrimento faz parte da vida, não constitui um fim em si mesmo e antes nos capacita a adquirir a tão propalada "resiliência", a estar próxima do outro, a ter a tal empatia que nos fez chegar ao coração da pessoa!

Sim…, nunca foi confrontada com uma doença grave ou com um sofrimento atroz, mas sei que se tal acontecer, e pode até ser já amanhã, apenas desejo que caminhem ao meu lado, que me auxiliem a viver com as minhas limitações e que não me descartem…, tratem-me como pessoa, que será, sempre, capaz, de contribuir, independentemente das limitações, para trazer um bocadinho de paz, de amor a esta sociedade!

Vivemos num mundo que partilha mensagens, textos, notícias e fotografias extraordinárias, agora a vida é muito mais do que isso!

A vida não é pretender impor a minha vontade, a minha verdade, …, a vida é um caminho que não pode compactuar com interesses particulares ou com egoísmos corporativistas, antes deve "construir a paz e a justiça, promover as dimensões essenciais da existência humana: alimentação, habitação, trabalho, educação, acesso à cultura, transportes, cuidados de saúde, livre circulação da informação e liberdade religiosa".

Justiça, Educação e Saúde são os três grandes pilares do desenvolvimento de uma sociedade que apenas acontece se se tornar acessível a todos e não apenas a alguns.

Ora, e para que tal possa acontecer "um governante tem de olhar para o futuro! Não pode viver na agenda do imediato, da aparência, do marketing, das diferentes formas de maquilhagem mediática, antes tem de governar para um futuro que provavelmente ele não verá, mas constituirá o seu grande contributo".

E todos fazemos parte deste caminho de persistência, de inconformismo ativo, de cidadania que nos impele a exigir de todos os intervenientes uma consistência de atuação que não é compatível com o desrespeito pela vida, com o desrespeito pelo outro, com o desrespeito pela dignidade da pessoa humana. Não podemos aceitar uma "ética de absolutos, de meras convicções que não apresenta qualquer ligação aos valores".

Nesta caminhada permitam-me afirmar que é, sempre, tão importante a presença de um Advogado, porquanto é aquele que "toca as estrelas ao profligar todos os abusos, ao atentar todas as violências, ao denunciar todos os crimes, ao defender todos os oprimidos, os perseguidos e os fracos, dando apoio aos que dele careçam e pugnando pelo Direito em cuja existência assenta a humanidade". Que assim seja, hoje e sempre, e um Feliz Dia do Advogado que se celebrará no próximo dia 19 de maio, Dia de Santo Ivo, Patrono dos Advogados.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vai ganhar a Taça de Portugal?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas