MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

Bispo Emérito do Funchal

28/05/2023 08:00

Cada israelita pode dizer aquilo que o sacerdote proferia na oferta das primícias: "Meu pai era um arameu errante a caminho."

O Corão tem uma expressão semelhante, chama-os "os filhos do caminho". Segundo a teologia do Antigo Testamento, os povos que se dispersam após a decisão de construir a Torre de Babilónia e povoam todo o mundo, têm um destino sobrenatural. Trata-se de uma ordem divina com a missão de procriar e dominar o mundo. Deus, criador do universo serve-se do homem como instrumento de conservação, transformação e unificação de todo o criado.

Com os profetas anuncia-se uma criação completamente nova. Os patriarcas deixam de ser errantes e tornam-se peregrinos, os seus caminhos são as suas viagens, e o seu destino, a sua vocação e o seu acreditar, mais do que diferenças de viagens tornam-se caminhos de homens com Deus.

Os caminhos de Deus, como os preceitos, tudo aquilo que a lei de Deus pede ao homem, tende unicamente à coesão, à consolidação, ao bem-estar da comunidade, tende a promover um encontro de todo o Israel, dando consistência à Aliança com Deus.

Todas as intervenções na história de Israel são expressões do amor total do Senhor para com o seu povo de Israel.

Compreende-se assim, porque Deus pede agora a circuncisão do coração. O caminho da lei torna-se o caminho do amor. Um caminho de liberdade e de amor torna-se sempre um caminho de escolha e de confronto, as tribos saídas da escravidão do Egito não desistiram de opor-se a Deus e a Moisés no deserto do Sinai.

O homem que livremente escolheu seguir os preceitos de salvação do Senhor, continua livre de escolher outros caminhos que se opõem à lei divina do amor a Deus sobre todas as outras coisas.

Para além das festas do período pascal, a festa dos Tabernáculos era celebrada em Israel com peregrinações à Terra Santa, principalmente a Jerusalém. A tradição, era construir tendas com ramos de árvores para nelas morar durante o tempo festivo, imitando as tendas do deserto que, geralmente, se tonaram muito populares em Israel.

Desta forma, para o conteúdo da sua fé e o culto ao Deus Vivo, Israel sente-se, constantemente, povo de Deus a caminho, a sua verdadeira história é o seu caminhar por excelência, é à luz do êxodo que se projeta a constituição do povo da Aliança.

O caminho de Deus é o mesmo Deus do caminho. "O caminho não leva a um lugar concreto, leva à verdade do coração".

Ao enviar o Seu Filho Unigénito, Jesus percorreu os caminhos da sua terra, e a sua doutrina é a do caminho do amor. Jesus apresenta-se como caminho, verdade e vida (Jo 14,1-12). Amai-vos uns aos outros como eu vos amei, sede perfeitos como Deus Pai é perfeito, não há maior amor do que dar a vida pelos amigos. Para viver as Bem-Aventuranças, é particularmente simples, não percorrer outras estradas, mas seguir o caminho atrás de Jesus.

OPINIÃO EM DESTAQUE
Coordenadora do Centro de Estudos de Bioética – Pólo Madeira
11/04/2024 08:00

A finitude da vida é um tema que nos confronta com a essência da nossa existência, levando-nos a refletir sobre o significado e o propósito da nossa passagem...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas