MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

3/01/2024 11:19

Ainda no calor dos abraços e cumprimentos, onde se aspira o melhor para nós e para o mundo inteiro, um período onde se renovam os votos e se pede para que o próximo ano seja pelo menos igual ou melhor que este, há um tema que já se faz notar, mas que ainda não assumiu a importância merecida.

O tema que trago aqui é mundial e tem de ser posto na linha da frente por forma a não pôr em causa todos os desejos do novo ano.

Todos nós, como indivíduos, empresas ou líderes, fazemos pequenas escolhas todos os dias, é através de milhões de ações diárias que a mudança acontece, os efeitos dos atos que se pratica estão à vista, uma onda de calor extremo passou pela Europa e no Reino Unido as temperaturas atingiram os 40ºC, os recordes das temperaturas superam-se ano após ano, efeito este onde a Agricultura será a atividade mais afetada, onde todos seremos perdedores!

Outros setores de atividade também são afetados, com o impacto na atividade humana, com especial incidência nas atividades exteriores, que afetam o desempenho físico e cognitivo, com redução da resistência ao trabalho quer na coordenação motora quer na concentração. Para os negócios que funcionam indoor o uso intensivo de sistemas de refrigeração permite o bem-estar dos trabalhadores em troca de um maior consumo energético; nada fazer e continuar a trabalhar em empresas e organismos sem preocupação aos assuntos de ordem ambiental, social e de governança corporativa, vai perder vantagem competitiva, até porque na banca já se sente a mudança.

A transformação que se avizinha irá favorecer as empresas e os indivíduos que estiverem alinhados com o propósito de serem ou pelo menos se tornarem socialmente conscientes, colocando os objetivos sociais além da função de maximizar os lucros, mas, o que é fundamental compreender, é que a mudança só ocorrerá com o contributo de todos nós!

As organizações locais também têm o dever de olhar o tema da sustentabilidade, implementando as boas práticas em critérios ambientais, sociais e de governança, contribuindo para garantir o bem-estar e a qualidade de vida das populações, nas várias faixas etárias, com oportunidades de emprego e desenvolvimento económico, de equidade e justiça social.

Todos temos o nosso papel, e quem toma opções de governação com impacto na vida coletiva dos cidadãos tem o dever de se alinhar e colaborar, visando a coesão do território a qualidade de vida das pessoas, e ao mesmo tempo que assegurar a boa utilização dos nossos recursos naturais e da nossa biodiversidade!

A evolução nos canais de comunicação e a facilidade com que temos acesso à informação, faz com que todos os dias sejamos confrontados com novos fenómenos, desastres naturais, e pensar que eles estão longe de nós não é a solução; por mais que a ciência e o homem evoluam, não conseguimos precaver tudo, mas pelo menos nas variáveis em que temos influência devemos e podemos intervir!

Devemos por isso fazer a nossa parte, e contribuir para um mundo mais justo e mais sustentável.

Bom Ano de 2024 para todos!

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas