MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

Nutricionista

28/08/2023 03:43

"Tens filhos? Desenrasca-te!" - aqui está a expressão maravilha! A expressão que ainda se percebe de alguém que não tem muito apreço por crianças, mas que não se compreende de todo se dita por alguém que é mãe ou pai! Decidir ou não procriar não pode ser motivo de julgamento. Cada um tem as suas ambições de vida!

Mas, a verdade, é que é cada vez mais difícil ter filhos, gerir o tempo trabalho-férias ou trabalho-escola ou trabalho-atividades extracurriculares. Num país que quer incentivar a natalidade, é cada vez mais difícil, trabalhar e ter filhos, a não ser que se tenha uma ama, o que claramente é para uma minoria. E mais, muitos pensam que existem avós ou tios a 100% para despejarmos os pequenos a todas as horas e situações. No meu ver, quem quer ter filhos é quem tem de cuidar! Pelo menos, eu não os tive para os outros tratarem deles. É uma responsabilidade para a nossa vida! Mas confesso que é muito difícil gerir o trabalho, a escola e as atividades das crianças.

Falando principalmente dos mais pequenos, já é difícil regressar ao trabalho e deixar um bebé numa escola, com pessoas, que não conhecemos e a quem temos de depositar a confiança, a maior parte do tempo do dia! Ainda muito mais difícil saber que não os podemos ir buscar ou dar a alimentação saudável que queremos ou dar amor e atenção, porque o trabalho não nos permite. Quem não tem rede de apoio, é mesmo muito complicado. A solução qual é, se não houver compreensão? O desemprego?

Falando dos mais velhos, já é complicado gerir as atividades extracurriculares e combiná-las com o nosso horário de trabalho, principalmente quando temos mais que um filho. Então quando existem horários rotativos ainda se torna mais desafiante. Os miúdos vão ter que ir às atividades semana sim, semana não?

"Se não queres ter complicações não os tivesses!" é a resposta típica se precisamos de gerir a nossa vida e a dos miúdos. E ainda mais: "Se quiseres progredir na carreira não os tivesses!". Acho que a progressão na carreira e os bons resultados não dependem de um horário, mas sim da forma como nos aplicamos e do bom trabalho que demonstramos. Não é porque trabalhamos mais horas ou temos um horário inflexível que o bom desempenho aparece! Surge sim, do amor pela profissão, da motivação, da estabilidade emocional e das boas condições de trabalho. Tudo é possível com bom senso e flexibilidade. Claro que da parte de quem é pai trabalhador, também não há que se deitar à sombra da bananeira e ter a flexibilidade para não fazer nenhum com a desculpa de que se tem filhos. Como disse antes, é tudo uma questão de bom senso.

"Tens filhos? Desenrasca-te!" - Bom senso minha gente, bom senso!

Para quem critica quem quer gerar o futuro da humanidade, a resposta é só uma: "Se ninguém quisesse ter filhos tu não estavas aqui! Nem tu, nem ninguém!".

Ser pai e ser mãe é gerar a consciência futura do ser humano! Ser pai e ser mãe é a maior responsabilidade de todas as que existem no mundo! Sem pais não existe futuro, nem pessoas, nem profissões onde progredir!

Bons regressos, com muito apoio e compreensão! Assim o espero!

Carina Teixeira escreve à segunda-feira, de 4 em 4 semanas.

OPINIÃO EM DESTAQUE
Coordenadora do Centro de Estudos de Bioética – Pólo Madeira
11/04/2024 08:00

A finitude da vida é um tema que nos confronta com a essência da nossa existência, levando-nos a refletir sobre o significado e o propósito da nossa passagem...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas