MADEIRA Meteorologia

Marrocos/Sismo: Milhares de estudantes regressam às aulas

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
18 Setembro 2023
22:00

Milhares de estudantes retomaram hoje as aulas em Al-Haouz, no sul de Marrocos, após o sismo que provocou danos em um terço das 774 instituições de ensino da região e deixou 30.000 crianças sem salas de aula.

O terramoto [entre 6,8 e 7 na escala de Richter], que ocorreu na noite de 08 para 09 de setembro em Al-Haouz, a sul de Marraquexe, fez 2.946 mortos e 5.674 feridos, segundo números oficiais.

O diretor provincial do Ministério da Educação marroquino, Mohamed Zerrouki, explicou à agência de notícias EFE que estas 30 mil crianças, que fazem parte dos 151.326 alunos que frequentam até o ensino secundário na província, retomaram hoje as aulas.

Zerrouki explicou que muitos dos alunos estão a frequentar as aulas em salas não danificadas nas suas próprias escolas e outros foram transferidos para outras instituições de ensino da mesma província.

Cerca de 6.000 estudantes foram enviados, de forma provisória, para a cidade de Marraquexe, onde retomaram os estudos. O responsável provincial afirmou que as autoridades garantiram a estes estudantes alimentação, transporte e alojamento em Marraquexe, entre outros tipos de auxílios.

Uma outra medida alternativa foi a instalação de 200 tendas de campanha equipadas com todos os materiais necessários para as operações educativas nas aldeias atingidas, que serão substituídas por salas de aula pré-fabricadas, enquanto se aguarda a reconstrução ou remodelações das escolas.

O responsável marroquino lamentou que 33 instituições de ensino da província de Al-Haouz foram completamente destruídas durante o terramoto.

Da mesma forma, sublinhou que o seu departamento está a prestar apoio social e psicológico aos alunos para que se possam reintegrar com calma e tranquilidade no processo pedagógico.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas