MADEIRA Meteorologia

Oito madeirenses na Seleção de Skyrunning presente nos Campeonatos do Mundo

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
18 Agosto 2022
13:05

Está feita a escolha definitiva dos atletas que representarão as cores de Portugal nos 7º Campeonatos do Mundo de Skyrunning. De 8 a 11 de setembro, a região italiana de Ossola, no Piemonte, junto á fronteira com a Suíça, vai receber os melhores atletas do planeta desta modalidade de corrida em montanha.

Os 17 selecionados portugueses são constituídos por oito elementos femininos e nove masculinos. Deste grupo fazem parte oito atletas oriundos da Madeira, ilha onde as competições de Skyrunning tiveram início, sob a égide da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, em 2014.

A designação de Skyrunning indica já a filosofia e o objetivo deste desporto, onde a terra e o céu se encontram. Nascido no início dos anos 90, nos Alpes, expandiu-se pelas mãos do seu criador, Marino Giacometti, atual presidente da Federação Internacional, para todas as montanhas do mundo. O Skyrunning não é atletismo, é montanhismo, com alguma escalada fácil de permeio, mas com o cronómetro a funcionar como elemento provocador da rapidez dos skyrunners nos trilhos técnicos ou fora deles, e sempre em harmonia com a natureza e a proteção do meio ambiente.

Tendo conquistado o 3º lugar por equipas no último Europeu, realizado em novembro do ano passado em Portugal, o selecionado português terá sempre grande concorrência. Às seleções de Espanha e Itália, respetivamente 1ª e 2ª nos últimos campeonatos do Mundo e da Europa, juntam-se as seleções da República Checa, Andorra e Japão, classificadas no último Mundial entre o 3º e o 5º lugar. Espera-se a presença de 30 nações nestes campeonatos.

Com uma concorrência individual muito forte, chegar ao pódio nas disciplinas em competição não será fácil. No entanto, a força da nossa Seleção estará no conjunto, pois os melhores quatro por disciplina contribuirão para a classificação geral da equipa. E nunca será de excluir alguma boa classificação individual. Que o diga a Joana Soares que alcançou um 2º lugar no primeiro Mundial de SkySnow realizado este ano em Espanha, no mês de fevereiro. E servirá certamente de inspiração a medalha de prata alcançada em Julho pela Seleção Nacional Jovem, no Mundial da especialidade.

As disciplinas incluídas no Mundial serão Sky, SkyUltra e Vertical. O programa terá início, no dia 8 de setembro, com a apresentação dos países presentes na cidade de Domodossola. No dia seguinte, os primeiros atletas a competir encontrar-se-ão na Rampigada Vertical, em San Domenico di Varzo, que apresenta um percurso de Km Vertical com 3,8 Km e 1063 m de subida. No dia 10, em Val Formazza, entram em ação os especialistas das provas mais longas, na Bettelmat SkyUltra, prova de 61 Km e 3759 m de desnível positivo acumulado. Os Campeonatos do Mundo terminam com a disciplina de Sky, na La Veia SkyRace, de 31 Km e 2600 m de desnível positivo, em Val Bognanco.

Para mais informações sobre esta participação, poderão contactar João Paulo Queirós, o responsável pela delegação, através de 964698147 ou jpqueiros@fcmportugal.com, ou o treinador Augusto Fontes pelo 965738911.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com o investimento de 14 milhões de euros num navio de investigação?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas