MADEIRA Meteorologia

Contrato entre FC Porto e Sérgio Conceição cumprido formalmente até 30 de junho

Data de publicação
04 Junho 2024
11:21

O FC Porto cumprirá integralmente até 30 de junho o contrato celebrado com o treinador Sérgio Conceição, que está de saída sete temporadas depois, anunciou na segunda-feira o terceiro classificado da edição 2023/24 da I Liga de futebol.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a SAD presidida por André Villas-Boas oficializou a rescisão com o técnico, que foi acertada nas últimas horas e “não implica o pagamento de quaisquer quantias” extra pelos ‘dragões’.

“Em relação ao acordo para a prorrogação do contrato de trabalho por mais quatro anos, comunicado no dia 25 de abril e que iria entrar em vigor em 01 de julho, comunicou hoje [na segunda-feira] o treinador, publicamente ter procedido à rescisão unilateral do mesmo, ao abrigo da faculdade que lhe foi concedida de acordo com o respetivo clausulado. A relação laboral entre as partes terminará, como tal, em 30 de junho”, indicou o FC Porto.

Fonte ligada ao processo disse à Lusa que o acordo foi alcançado na tarde de segunda-feira, numa reunião entre os advogados da SAD ‘azul e branca’ e do treinador, no Porto.

A saída de Sérgio Conceição, de 49 anos, sucede alguns dias depois de uma polémica e mediatizada rutura com Vítor Bruno, seu adjunto há 12 anos, que, segundo a imprensa, será o potencial sucessor escolhido pela administração presidida por André Villas-Boas.

O ex-internacional português estava vinculado ao FC Porto por mais quatro temporadas, até junho de 2028, sendo que a sua última renovação foi revelada em 25 de abril, a dois dias da histórica derrota de Pinto da Costa, então presidente há 42 anos e 15 mandatos, frente ao atual líder ‘azul e branco’ no ato eleitoral mais participado de sempre do clube.

Em 26 de maio, Sérgio Conceição assinalou o último duelo ao leme dos ‘dragões’ com a conquista da Taça de Portugal, graças à vitória perante o recém-campeão Sporting (2-1, após prolongamento), na final da 84.ª edição da prova, no Estádio Nacional, em Oeiras.

O FC Porto arrebatou o troféu pela 20.ª vez, e terceira consecutiva, enquanto o treinador logrou o quarto êxito nas últimas cinco épocas, repetindo 2019/20, 2021/22 e 2022/23, e ampliou os seus recordes de jogos (379), vitórias (274) e troféus (11) no banco do clube.

Desse currículo fazem igualmente parte três campeonatos (2017/18, 2019/20 e 2021/22), três Supertaças Cândido de Oliveira (2018, 2020 e 2022) e uma Taça da Liga (2022/23).

Sérgio Conceição estava no cargo desde junho de 2017, quando substituiu Nuno Espírito Santo e regressou ao clube no qual concluiu a sua formação como jogador e juntou duas passagens pela equipa principal (1996-1998 e 2004), vencendo três campeonatos - dois durante um inédito ‘penta’ na década de 1990 -, uma Taça de Portugal e uma Supertaça.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas