Cristina Pedra anuncia que dívida de 191 mil euros dos comerciantes foi anulada e apresenta novo chefe de divisão dos mercados

Carla Ribeiro

A vice-presidente da Câmara Municipal do Funchal diz que as penalizações que estavam registadas nos cadastros e registos dos comerciantes do Mercado, estão solucionadas. A promessa de Pedro Calado, foi, deste modo, cumprida, conforme adianta Cristina Pedra.

Palavras prestadas esta tarde no 82ª aniversário do Mercado dos Lavradores, onde a vice-presidente da Autarquia funchalense lembrou que estavam em causa 191 mi euros só de juros e indemnizações. "A promessa que fizemos na altura era que íamos estudar. Encontrámos a solução jurídica. Encontrámos a forma de ajudar os comerciantes da Penteada e dos Lavradores e de todos os concessionários", referiu, adiantando que toda essa situação está anulada, pelo que foi dada essa ajuda de 191 mil euros.

A vice-presidente realçou que o trabalho no Mercado dos Lavradores não acabou. Estão a ser feitas obras de requalificação no valor de meio milhão de euros. A praça do peixe foi revitalizada. O terraço com cobertura para eventos. Cristina Pedra deixou a nota de que a Câmara é o rosto de uma equipa sólida que trabalha e que tem como missão servir o munícipe do Funchal. Aproveitou para apresentar o novo chefe de divisão dos Mercados, arquiteto Pedro Moura.