Região

Escola internacional é mais valia para captar estrangeiros

A ‘International Sharing School’ tem ajudado a captar investimento e residentes estrangeiros para a Madeira. O presidente do conselho executivo do estabelecimento de ensino não tem dúvidas disso. Filipe Ladeira Santos explica que a maior parte dos alunos que estão matriculados no atual ano letivo é estrangeira, pese embora, há muitos madeirenses a apostarem também neste ensino multicultural e que dota os discentes do conhecimento prático de no mínimo cinco de sete línguas estrangeiras ali lecionadas, como o Inglês, Alemão, Francês, Mandarim e Russo. A escola tem capacidade para 200 alunos, desde os três aos 16 anos de idade.

Conteúdo disponível somente para utilizadores com subscrição online.
Faça a sua assinatura digital!
Tenha acesso na íntegra às notícias da edição impressa do dia, bem como de todo o arquivo disponível no site. Usufrua da visualização página-a-página. Consulte o seu JM na internet com o mesmo conforto do formato papel tradicional.