MADEIRA Meteorologia

Ireneu diz que voto em mobilidade é fundamental para aprofundar a democracia

Paula Abreu

Jornalista

Data de publicação
10 Junho 2024
14:22

Após a cerimónia comemorativa do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades, o Representante da República para a Madeira mostrou-se satisfeito com o sucesso do voto em mobilidade nas eleições europeias de domingo, apesar de a abstenção ter-se mantido elevada.

Ireneu Barreto afirmou, aos jornalistas, que espera ver o voto em mobilidade “consagrado” em futuros atos eleitorais, reconhecendo que nas eleições autárquicas o modelo não será ainda viável. “O voto em mobilidade não pode servir, por exemplo, para as autárquicas, mas pode servir para as legislativas, que espero que só aconteçam dentro de quatro anos. Há tempo para nos mobilizarmos nesse sentido”, afirmou.

“A mobilidade é um elemento fundamental para aprofundarmos a democracia”, sublinhou o responsável que, a respeito da abstenção, deu nota que foi inferior as eleições europeias de 2019. “Isso é algo positivo que temos de valorizar”, frisou, atribuindo o mérito dessa diminuição ao modelo de voto em que os cidadãos podiam votar em qualquer parte do país, como o que se verificou no Algarve em que muitos portugueses de férias não deixaram de exercer o seu dever. Naquele distrito, foi registado um aumento de 50 mil votantes em comparação a 2019.

A seu ver, o voto em mobilidade deve ser seguido em futuros atos eleitorais, lembrando que “o direito ao voto foi conquistado duramente” e plenamente consagrado com a revolução de Abril. Quer que o voto em mobilidade seja uma realidade junto das comunidades emigrantes, apesar de reconhecer que esse anseio é “mais difícil”.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas