MADEIRA Meteorologia

IL Madeira alerta que propor desinformação sobre UE é democraticamente tóxico

Data de publicação
31 Maio 2024
12:12

”Propor desinformação sobre a União Europeia é democraticamente tóxico. Propor subverter o espírito e a letra dos tratados é populismo. Propor bazófia é triste”, afirmou, hoje, António Costa Amaral, candidato número 3 da Iniciativa Liberal às eleições europeias. O candidato IL Madeira, considera é que preciso uma Europa “mais livre, mais capaz, mais competente”.

Numa nota de campanha eleitoral divulgada hoje, o candidato da Madeira lembra que o Parlamento Europeu produz muito trabalho político, emenda e debate, aprova legislação, controla o executivo, supervisiona o funcionamento da UE, aprova orçamentos, ratifica grandes atos”. Contudo, “iniciar legislação compete à Comissão Europeia”, acrescenta, para logo referir que os eurodeputados não dão entrada de propostas.

”Podem influenciar o seu grupo a sensibilizar a Comissão Europeia. Empenhar-se nos comités e plenários. Mobilizar a opinião pública. Criar vagas de fundo” mas não podem entrar com propostas. Pior. “Alguns partidos propõem propostas para temas que nem são do poder da União Europeia”, assegura.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas