MADEIRA Meteorologia

Associação Raquel Lombardi e Casa São José representam Madeira em encontro europeu na Eslovênia

Data de publicação
24 Junho 2024
12:55

O Encontro Europeu de Inclusão, realizado na Eslovênia, no passado dia 20 de junho, contou com a participação da Associação Raquel Lombardi e da Casa São José, duas entidades da Região que promovem a inclusão de grupos minoritários, através de diversos projetos que “resultam num impacto positivo e de relevo europeu”.

Durante o evento, a Associação Raquel Lombardi apresentou uma série de iniciativas que têm sido implementadas na Madeira com o objetivo de facilitar a integração dos migrantes na sociedade portuguesa.

A associação destacou a utilização de atividades artísticas, como o ‘Mailart’ e o teatro, como métodos eficazes para a aprendizagem do português. “Estas atividades não apenas promovem o desenvolvimento linguístico, mas também oferecem um espaço seguro e criativo para os migrantes expressarem suas experiências e emoções”, refere uma nota enviada à redação.

“Além disso, a Associação Raquel Lombardi tem promovido eventos solidários que envolvem diretamente a comunidade local. Nestes eventos, os migrantes têm a oportunidade de participar ativamente como voluntários, conhecendo a realidade do país de acolhimento e imergindo nas suas tradições e desafios. Esta abordagem tem mostrado ser eficaz na criação de laços entre migrantes e residentes locais, promovendo uma integração mais harmoniosa e significativa”, reforça.

Por sua vez, a Casa São José apresentou os resultados de seus diversos projetos focados na criação de emprego e na capacitação de migrantes para o mercado de trabalho e empreendedorismo.

“Com um enfoque prático e orientado para resultados, a Casa São José tem desenvolvido programas de formação que preparam os migrantes para se integrarem no mercado de trabalho local, ao mesmo tempo que incentivam o empreendedorismo como uma via para a autossuficiência e realização pessoal”, reforça o mesmo comunicado.

Os projetos da Casa São José “têm obtido sucesso” ao criar oportunidades reais de emprego para os migrantes, facilitando sua integração económica e social na Madeira. “Ao capacitar estas pessoas, a Casa São José não só contribui para o desenvolvimento pessoal dos migrantes, mas também para o crescimento económico e a coesão social da região”, denota.

“A participação destas duas instituições madeirenses no Encontro Europeu de Inclusão foi um momento de orgulho e reconhecimento pelo trabalho contínuo e dedicado que têm realizado. As suas apresentações destacaram a importância de abordagens diversificadas e criativas para a inclusão de migrantes, mostrando que a arte, a solidariedade, o emprego e o empreendedorismo são caminhos eficazes para a construção de uma sociedade mais inclusiva e justa”, vinca.

Mais indica que o Encontro Europeu de Inclusão na Eslovênia foi uma oportunidade significativa para a troca de experiências e boas práticas entre diferentes países e organizações. “A contribuição da Associação Raquel Lombardi e da Casa São José serviu como exemplo inspirador de como a Região Autónoma da Madeira está na vanguarda da promoção da inclusão e da integração de migrantes na Europa”, remata.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas