MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

silviamariamata@gmail.com

28/08/2022 08:00

Isto, claro, devia ser para ver as nossas manhas de vadios ou os nossos dotes de trabalhadores diligentes. Eu já sabia que "Quem manda pode" e a Senhora Professora também já nos tinha dado a conhecer os "Direitos Humanos", uma lista que todos nós guardávamos com muito enlevo e respeito no caderno diário! Agora, se eu fosse presidente e tivesse de "mandar" não devia ser nada fácil com tanto direito que há por aí. Ainda por cima, na presidência de casa, quando a gente pisava o risco, minha mãe ameaçava "teu pai vai chegar", mas quando meu pai chegava, a maior parte das vezes, ele dizia que estávamos "indisciplinosas" e que a culpa era toda dos "à mães" de minha mãe e que a gente abusava da bondade dele. Portanto, em casa estava tudo bem e na escola eu era um anjo. Como então ser presidente? Pois! Eu não devo ter escrito grande coisa na redação, porque tive apenas "Suficiente", o que me deixou a pensar na minha incompetência de liderança. E só descansei, quando a Senhora Professora leu, na sua musicada voz, a redação da Elsa. Bem feito para eu aprender! A Elsa, sim! Ela dizia que, se fosse presidente, distribuiria bem o dinheiro por todos para não haver pobres e claro que ela foi buscar os Direitos Humanos, dizendo que todas as crianças deviam ter brinquedos e comida por igual. Que bem pensado, sim senhor! Já não me lembro que mais coisas ela disse. Mas que disse, lá isso disse. E eu sabia disso tudo, só que não disse nada daquilo e ficou visto que eu não tinha cabeça para governar. É a vida! Prontos!

Vem isto a propósito de um passeio que fiz aqui há dias com as minhas amigas, Levada da Serra do Faial, desde o Santo da Serra até às Carreiras, quem sobe para o Poiso, ao pé da "Aldeia do padre Américo". Uma das minhas amigas, pelo caminho, sugeriu que eu escrevesse uma crónica sobre os nossos passeios, que são sempre tão agradáveis. Pois sim! E comecei logo ali a cantar sem problemas a introdução que faria. Todas rimos.

Saímos cedo e fomos até ao Santo da Serra. A pé, fizemos o percurso inverso pela Levada da Serra do Faial. Que esticão! Fui o tempo todo bem-disposta, como sempre, mas a reclamar e a dizer o que eu faria se fosse presidente ou se mandasse em alguma coisa. Desta vez, acho, que a minha Senhora Professora me daria boa nota. É que isto de "Levada da Serra do Faial" é um engano. A levada some-se tantas vezes pelo caminho. Simplesmente, não existe, não a vemos sequer. Há uma parte que é só estrada que nunca mais acaba, sem sinal de levada. Mas para onde foi a levada? "Há quebradas que puseram a água a mexer para outro lado", disseram-nos impávidos e eu, a ferver com tamanha injustiça. Como é possível? Se eu soubesse ser presidente ou mandasse em alguma coisa ia tomar providências apontando as coordenadas exatas em que a levada desaparece para depois eu mandar reconstruir, limpar os caminhos e as quebradas e pôr a levada a nos acompanhar o caminho todo, sempre a cantar na frescura das suas águas. Seria bom e bonito! Também aproveitaria a força dos jovens, que estando de férias poderiam dar o seu contributo! Então eles não vão juntar lixo para as praias? Com a assinatura dos pais, claro! E a supervisão dos entendidos! Esta recuperação de espaços com história far-lhes-ia bem! É assim que se cresce e que se toma amor ao trabalho! E seria uma lição para a vida! É que esta levada merece, como tantas outras! Que pena já não se cuidar destes caminhos nem das levadas, nem se varrer os quintais nem as ruas! Era tudo tão bonito nos vagares da vida! É preciso cuidar do que é nosso. Il faut toujours cultiver son jardin. Nunca me esqueci! É de Voltaire.

"Olha-me esta ponte! Que beleza!" Eu aproveitei e respondi: "Fui eu que mandei construir, quando eu era presidente, para facilitar a vida às pessoas diligentes! O pior é que os vadios também passam! Pois que passem! Que se há de fazer?" Risadas. Esta parte até teria ficado bem na minha "Redação" de 1976. Não acham?

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Qual o seu grau de satisfação com a liberdade que o 25 de Abril trouxe para os madeirenses?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas