MADEIRA Meteorologia

Navalny: Funeral de opositor previsto para hoje após incidentes com entrega do corpo

Data de publicação
01 Março 2024
8:35

As cerimónias fúnebres do opositor russo Alexei Navalny, morto em 16 de fevereiro na prisão, estão previstas para hoje em Moscovo, esperando-se forte vigilância policial após vários incidentes relacionados com a entrega do corpo à família.

As cerimónias estão agendadas para as 12:00 locais (09:00 em Lisboa) na Igreja do Ícone da Mãe de Deus, no sudeste de capital russa e no bairro onde vivia Navalny quando estava em liberdade, de onde partirá um cortejo para o cemitério de Borisovsskia, a cerca de 20 quilómetros do Kremlin.

Na quinta-feira, os colaboradores do opositor russo disseram que a funerária estava a recusar-se a transportar o corpo para o velório, na sequência de ameaças de desconhecidos.

Desde a entrega do corpo de Alexei Navalny à mãe, no passado sábado e mais de uma semana após a sua morte, todos os pedidos para uma despedida pública foram recusados e as ações em sua homenagem mereceram a repressão das autoridades, levando à detenção de cerca de 400 pessoas, segundo a ONG especializada OVD-Info.

De acordo com os serviços prisionais, Navalny sucumbiu de doença súbita “após um passeio” numa prisão no Ártico onde cumpria pena, mas as circunstâncias da sua morte permanecem pouco claras.

Vários líderes ocidentais responsabilizaram o Presidente russo, Vladimir Putin, que disputa eleições presidenciais em meados deste mês.

Os colaboradores de Navalny apelam aos moscovitas para que compareçam no funeral, onde se espera um grande dispositivo de vigilância das forças policiais, e aos seus apoiantes para se reunirem noutras cidades e no estrangeiro em homenagem à sua memória e ativismo.

Em Lisboa, a Associação Russos Livres tem programada uma concentração das 18:00 às 19:00 em frente à Embaixada da Rússia.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas