MADEIRA Meteorologia

Kosovo encerra sucursais de banco sérvio por funcionar “ilegalmente”

Data de publicação
20 Maio 2024
17:22

A polícia kosovar anunciou hoje o encerramento das seis sucursais do Banco de Poupança Postal sérvio, por alegadamente funcionarem “ilegalmente”, quase quatro meses após a proibição de transações comerciais em moeda sérvia.

Em comunicado, a polícia kosovar indicou que o objetivo da operação foi “estabelecer a ordem e a legalidade”, enquanto o ministro da Administração Interna, Xhelal Svecla, recorreu às redes sociais para justificar o encerramento das sucursais do “chamado Banco de Poupança Postal” com o facto de se tratar de “uma instituição financeira ilegal da Sérvia no Kosovo”.

“O Estado de direito e a ordem, e o serviço a todos os cidadãos sem distinção, continuarão a ser o nosso objetivo”, acrescentou o governante, quatro meses depois da proibição das transações comerciais em dinares, moeda sérvia, que eram toleradas em zonas onde a população é predominantemente de origem sérvia. Agora, apenas o euro, a moeda oficial, é permitido.

A decisão foi mal recebida por Belgrado e traz dificuldades para uma grande parte da população sérvia do Kosovo, que recebe ajudas do Estado sérvio em dinares.

Milhares de residentes, estudantes, assalariados e reformados têm agora de atravessar a fronteira para receber os apoios.

Com cerca de 120 milhões de euros do seu orçamento destinado ao Kosovo, Belgrado financia um sistema de instituições ditas “paralelas”, geridas por e para a minoria sérvia.

Desde fevereiro, realizaram-se sete reuniões entre negociadores sérvios e kosovares para tentar chegar a um compromisso, sem sucesso, com cada uma das partes a culpar a outra pelo fracasso do processo.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas