MADEIRA Meteorologia

Kiev acusa Rússia de ter executado dois prisioneiros de guerra

Data de publicação
18 Fevereiro 2024
15:19

O Exército ucraniano acusou hoje a Rússia de matar a tiros dois prisioneiros de guerra das Forças Armadas da Ucrânia, no leste do país.

Numa mensagem divulgada nas redes sociais, Kiev diz que, hoje, “os russos mostraram mais uma vez a sua atitude em relação ao direito humanitário internacional ao disparar contra dois prisioneiros de guerra ucranianos.”

O Exército ucraniano divulgou ainda um pequeno vídeo, a preto e branco, filmado a partir de um ‘drone’, no qual se pode ver um soldado a disparar contra dois soldados que estão muito próximos dele na mesma trincheira e que não oferecem nenhuma resistência.

A agência France Presse, que relata a existência deste vídeo, não conseguiu verificar a autenticidade ou a localização das imagens.

O Exército ucraniano não clarificou onde ocorreu o incidente, simplesmente indicando que foi no setor Khortytsia, uma zona que abrange as regiões de Kharkiv, Lugansk e parte de Donetsk, mas não a cidade de Avdiivka, que as forças russas passaram a controlar a partir de sábado.

O canal Telegram DeepState, próximo de Kiev, afirmou no início do dia que as forças russas tinham baleado e matado seis soldados ucranianos, e provocado dois feridos, numa posição a sul de Avdiika, provavelmente na quinta-feira.

Moscovo e Kiev têm feito acusações mútuas e repetidas de matar prisioneiros de guerra desde o início da invasão russa da Ucrânia.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Qual o seu grau de satisfação com a liberdade que o 25 de Abril trouxe para os madeirenses?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas