MADEIRA Meteorologia

Filipinas elevam nível de alerta após erupção explosiva de vulcão

Data de publicação
03 Junho 2024
16:39

O nível de alerta foi hoje elevado numa ilha do arquipélago das Filipinas após a “erupção explosiva” de um vulcão no centro do país asiático que projetou uma nuvem de cinzas que se dispersou por cinco quilómetros.

A erupção do monte Kanlaon, na ilha de Negros, ocorreu pouco antes das 19:00 locais (12:00 em Lisboa) e prolongou-se por seis minutos, segundo informou a agência local de vulcanologia.

As autoridades alertaram a população local e pediram para utilizarem máscaras de proteção devido ao risco de queda de cinzas vulcânicas e emanação de gases.

“Quanto entrou em erupção, escutámos um barulho semelhante a uma tempestade”, disse Ethan Asentista-Khoo, residente na localidade de Pula, situada a cerca de seis quilómetros do vulcão, citada pela agência noticiosa francesa AFP.

As Filipinas estão situadas na chamada “cintura de fogo” do Pacífico, que inclui mais de metade dos vulcões do mundo.

O Kanlaon é um dos 24 vulcões ativos no arquipélago.

“Uma erupção explosiva (...) originou uma nuvem volumosa e incandescente que se elevou rapidamente a 5.000 metros”, indicou o Instituto de vulcanologia e sismologia filipino, elevando o nível de alerta de um para dois, numa escala de cinco.

O instituto também admitiu a emanação de cinzas, de rochas e de gases, designados fluxos piroclásticos, nos flancos do vulcão.

Joe Alingasa, responsável pela equipa de socorro na municipalidade de San Carlos, indicou que as autoridades pretendem retirar “o mais depressa possível” cerca de 500 famílias que residem nas proximidades do vulcão.

“Também fornecemos máscaras, porque os habitantes se referiram a um forte odor a enxofre na zona”, disse.

As erupções podem ser devastadoras, devido aos fluxos piroclásticos e queda de cinzas que constituem um perigo para a população.

Os fluxos piroclásticos são formados por gás, cinzas e blocos rochosos que resvalam dos flancos de um vulcão e queimam tudo à sua passagem.

Também podem ocorrer correntes de lama caso se registe forte precipitação, com o risco de povoações inteiras ficarem soterradas sob os sedimentos vulcânicos.

As nuvens de cinzas são perigosas para os aviões, e a sua queda pode ainda originar o colapso dos telhados das habitações.

A mais poderosa erupção vulcânica das últimas décadas nas Filipinas ocorreu em 1991, no Pinatubo, a uma centena de quilómetros da Manila, que provocou mais de 800 mortos.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas