MADEIRA Meteorologia

Taxa de juro implícita no crédito à habitação na Região em tendência decrescente

Data de publicação
19 Junho 2024
11:23

Segundo informação disponibilizada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), em maio de 2024, a taxa de juro implícita no crédito à habitação, na Região Autónoma da Madeira (RAM), fixou-se em 4,687%, registando um decréscimo de 0,042 pontos percentuais (p.p.) face ao mês anterior.

Numa comunicação feita esta quarta-feira, a Direção Regional de Estatística da Madeira nota que “esta é a quarta redução consecutiva neste indicador, depois de 22 meses seguidos de aumento”. Refere ainda que, em maio de 2023, a taxa de juro implícita no crédito à habitação era de 3,553%.

O valor médio da prestação vencida para o conjunto dos contratos de crédito à habitação manteve-se face ao mês anterior, nos 417 euros, tendo os juros se fixado nos 249 euros (menos 1 euro que o valor do mês anterior) e a amortização nos 168 euros (mais 1 euro que no mês precedente). No mês homólogo, o valor médio da prestação vencida era de 363 euros.

Por sua vez, o montante do capital médio em dívida para os contratos de crédito à habitação aumentou pelo 13.º mês consecutivo, situando-se, em maio de 2024, nos 64 868 euros (64 622 euros em abril de 2024). Um ano antes era de 61 801 euros.

A nível nacional, e no conjunto dos contratos de crédito à habitação, a taxa de juro implícita desceu para 4,566%, menos 0,050 p.p. que no mês anterior. A prestação média vencida para a globalidade dos contratos manteve-se nos 404 euros, tendo o valor do capital médio em dívida crescido para os 65 924 euros (65 577 euros no mês precedente). No País, os juros desceram 1 euro face ao mês anterior (246), enquanto o capital amortizado subiu 1 euro para os 158 euros.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vai ganhar o Europeu?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas