Inspeções obrigatórias indignam motociclistas que se reúnem hoje no Funchal para contestar

O Funchal é uma das cidades que acolhe, a partir das 16hoo, uma manifestação de motociclistas para protestar contra a imposição de inspeções obrigatórias nos motociclos a partir de janeiro de 2022, alegando interesses económicos na base desta medida.

Lisboa, Porto, Faro e Porto Santo são as outras cidades aderentes.

Em declarações à 88.8 JMFM, António Francisco, do Grupo de Ação Motociclista (GAM) – que coordena as iniciativas de protesto nos diferentes pontos do país – disse que ao contrário das outras cidades, no Funchal e no Porto Santo, a manifestação será feita apeada “porque o Comando Regional da Polícia de Segurança Púbica faz uma má interpretação da Lei”, rematou.