MADEIRA Meteorologia

JMJ: Feliz por regressar a Lisboa, Papa agradece aos lisboetas na receção a Carlos Moedas

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
22 Abril 2023
12:44

O Papa Francisco disse hoje que está "feliz" com o regresso a Lisboa, para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e, num encontro "simples e marcante" com o presidente da Câmara da capital portuguesa, agradeceu o empenho dos lisboetas.

"Estou contente de regressar a Lisboa e a Portugal. Estou contente com o que estão a fazer. E perdoem-me pela possível confusão que esta iniciativa poderá estar a causar. Obrigada pelo que estão a fazer. Desejo-vos o melhor e que Deus nos abençoe. Obrigada pelo vosso trabalho", disse Papa Francisco ao gravar um vídeo com o presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas.

Já em declarações à agência Lusa, o autarca de Lisboa descreveu a visita que fez esta manhã ao Papa Francisco, "um encontro simples e muito marcante" que resultou "de forma inesperada e informal, mas muito bonita" num vídeo gravado com o telemóvel de Carlos Moedas que pretende divulgá-lo "aos lisboetas e a Portugal porque o Santo Padre se dirige a todos quantos estão empenhados na JMJ".

"Foi um momento muito marcante em que transmiti a energia que os lisboetas me transmitiram. Transmiti todos os pedidos que me foram feitos porque eu estava ali a representar os lisboetas e ele, num momento muito único, quis gravar um vídeo para agradecer a Lisboa a receção. Foi um momento muito inesperado e informal de um homem muito simples e muito humilde", descreveu.

Carlos Moedas foi recebido por Francisco no Palácio Apostólico, no Vaticano, no dia em que se assinalam 100 dias para o início da Jornada Mundial da Juventude, que vai decorrer na capital em agosto.

À Lusa, Carlos Moedas contou que falaram sobre Lisboa e que o Papa quis saber mais sobre os mais vulneráveis e sobre a vertente multicultural da capital.

"Ele queria saber muito sobre as pessoas, sobre os lisboetas. Falei-lhe dos bairros municipais e das dificuldades da vida das pessoas. Ele disse-me que só se sente bem no meio das pessoas e com as pessoas. Foi uma das frases que me marcou deste encontro", contou.

De acordo com o autarca, Francisco transmitiu a sua esperança de que as JMJ sejam "um momento de todas as religiões e também dos jovens que não têm religião" com "jovens a pensar o futuro" desde temas como a sustentabilidade, à pobreza e ao multiculturalismo.

Carlos Moedas aproveitou para mostrar ao Papa Francisco um vídeo sobre o Parque Tejo, local onde vai decorrer a JMJ e contou-lhe que "a relva está a ser regada com água usada para poupar água potável".

"Ficou muito contente por saber que estamos a planear tudo num parque sustentável que proteja a natureza. Foi muito único. É um homem com uma grande simplicidade, mas também com uma grande energia. Notei-o muito entusiasmado com a ida a Lisboa. Achei-o muito em forma, com um bom espírito e bem de saúde", resumiu.

Na quinta-feira, num comunicado no qual divulgava a ida de Moedas a Roma, a Câmara de Lisboa referiu que todos os trabalhos em curso para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) estão a cumprir os calendários previstos e, no que depende da autarquia, "todos os exigentes pormenores estão a ser devidamente acautelados".

Lisboa foi a cidade escolhida pelo Papa Francisco para a próxima edição da Jornada Mundial da Juventude, que vai decorrer entre os dias 01 e 06 de agosto, com as principais cerimónias a terem lugar no Parque Tejo, a norte do Parque das Nações, na margem ribeirinha do Tejo, em terrenos dos concelhos de Lisboa e Loures.

A JMJ nasceu por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, tendo já passado por Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

A edição deste ano, que será encerrada pelo Papa, esteve inicialmente prevista para 2022, mas foi adiada devido à pandemia de covid-19.

O Papa Francisco foi a primeira pessoa a inscrever-se na JMJLisboa2023, no dia 23 de outubro de 2022, no Vaticano, após a celebração do Angelus. Este gesto marcou a abertura mundial das inscrições para o encontro mundial de jovens com o Papa.

Até ao momento já iniciaram o processo de inscrição mais de meio milhão de jovens.

Lusa

OPINIÃO EM DESTAQUE
Coordenadora do Centro de Estudos de Bioética – Pólo Madeira
15/02/2024 08:00

A integridade é uma qualidade humana que transcende a mera conduta ética; é um compromisso profundo com a verdade, a coerência e a honestidade consigo...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O que se segue à demissão de Miguel Albuquerque?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas