Ilhapeixe vai investir mais de 600 mil euros em entreposto no Porto Santo

Redação

O secretário regional da Economia, Rui Barreto, felicitou, esta segunda-feira, o empresário José Ornelas pelo anúncio de mais investimento do Grupo Ilhapeixe, desta vez, para a criação de um entreposto desta empresa no Parque Empresarial do Porto Santo.

O valor de tal investimento ascenderá a mais de 600 mil euros, propulsionando ainda a criação de seis postos de trabalho e procurando, assim, apoiar a dinamização da economia local, com uma oferta diversificada de peixe congelado e de peixe fresco. Além do mais, esta aposta visa reforçar o escoamento de peixe capturado pelos pescadores locais, beneficiando também o comércio, a restauração e a hotelaria da ilha dourada.

Para Barreto, que visitou esta manhã o local onde irá nascer o novo empreendimento, juntamente com o empresário do Grupo Ilhapeixe, o presidente da Câmara Municipal do Porto Santo, Nuno Batista, e o presidente da Madeira Parques Empresariais, Gonçalo Pimenta, este entreposto da Ilhapeixe, que de acordo com o empresário deverá começar no início do próximo ano, “revela também que o Porto Santo tem cada vez mais atratividade de investimento”.

“Se este empresário decide investir é porque acredita na economia e no futuro do Porto Santo”, vincou o governante, que mais enalteceu “o trabalho que tem sido desenvolvido pela Madeira Parques Empresariais, pelo Gonçalo Pimenta, na dinamização deste parque que deverá atingir os 100% de ocupação no final do ano”.

“Se há alguns anos a esta parte andávamos a discutir a ocupação dos parques empresariais, neste momento, já estamos a falar da expansão dos parques empresariais, o que revela, de facto, o sucesso quanto à ocupação”, aditou ainda Rui Barreto.

Segundo o tutelar da pasta da Economia, neste momento, dos 33 lotes do Parque Empresarial do Porto Santo 31 já estão ocupados, prevendo-se que, até ao final do ano estejam todos ocupados, dando emprego a 136 pessoas nas várias empresas ali instaladas.

Mais apontou que, nos 12 parques na tutela da Madeira Parques Empresariais, a taxa de ocupação global é de 74%, com 216 empresas instaladas e empregando mais de 2.500 trabalhadores, o que no entender de Rui Barreto “revela que este foi um excelente instrumento de ordenamento comercial e industrial da Região”.