MADEIRA Meteorologia

25 de Abril: Grupo de História da Francisco Franco dinamiza roteiro pelos “lugares da revolução” no Funchal

Data de publicação
19 Abril 2024
18:36

O grupo de história da Escola Secundária de Francisco Franco organizou um roteiro, na passada quarta-feira, pelos “Lugares da Revolução” no Funchal, integrado no programa “50 anos de Abril: olhares e perspetivas”.

“Professores e alunos, liderados pelos docentes Rui Mendonça e Rui Amador, mergulharam nas histórias e nos locais que foram testemunhas da Revolução dos Cravos”, relata a escola, numa nota enviada à redação do JM.

“A jornada teve início na escola, percorrendo a emblemática via 25 de Abril, único topónimo da revolução no Funchal, em direção à Rua dos Netos, onde nasceu o PPD sob o olhar de Alberto João Jardim. Seguindo para a Rua dos Ferreiros, nº 151, o grupo reviveu a luta pelo fim da colonia através da UCIM. Na Rua dos Netos, junto à antiga sede da Emissora Nacional, recordaram-se as horas tumultuosas da ocupação pela FLAMA.”

“Atravessando a Praça do Município, onde o 1º de Maio foi celebrado com fervor, o grupo absorveu conhecimento sobre os padres do Pombal, na luta pela liberdade e democracia. Na Rua da Carreira, revisitaram a história da antiga sede da PIDE”, adianta.

“Nos Palácios do Governo, na Avenida Zarco, as paredes pareciam sussurrar os segredos dos tempos turbulentos, desde o rescaldo do 25 de Abril até às primeiras eleições regionais de 1976, e a conquista da Autonomia Política. Junto à imponente Estátua de Gonçalves Zarco, na Avenida Zarco, ecoaram as vozes da FLAMA e dos movimentos separatistas”, prossegue a mesma nota.

“Próximo ao Palácio de S. Lourenço, evocaram tanto a ‘prisão dourada’ de Américo Tomás e Marcello Caetano, como também recordaram o Iate Apollo e os acontecimentos que o rodearam.”

“Apesar do crepúsculo, que impediu a exploração de todos os locais planeados, o entusiasmo e a determinação que marcaram toda a jornada permaneceram, reforçando o compromisso do grupo com a memória histórica e incentivando-os a continuar em busca do conhecimento e dos segredos que se escondem em cada recanto do Funchal”, conclui.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas