MADEIRA Meteorologia

IL não quer "uma Madeira de Salário Mínimo"

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
22 Junho 2023
12:17

"Para aqueles que pagam IRS, a carga fiscal no salário é asfixiante e pornográfica", diz Nuno Morna, em comunicado à imprensa.

"É inaceitável que fiquem com metade do aumento de um ordenado de 800 para 900 euros brutos. O estado fica com os frutos do trabalho, do suor, do tempo, da tenergia, da criatividade, das ideias, da dedicação, do empenho, das realizações de forma desproporcional, e depois não sabe gerir e gastar bem o dinheiro que tanto trabalho deu a ganhar", começa por reclamar.

Mais acrescenta que "não se pode conformar com décadas de estagnação, com emigração permanente, geração atrás de geração, com taxas persistentes de desemprego jovem, com a voracidade do estado que se apropria do resultado do empenho e do mérito. Um estado que trata um trabalhador com um rendimento abaixo da média como um milionário".

A Iniciativa Liberal "não quer uma Madeira de salário mínimo, mesmo que um pouco maior que o nacional. É este destino que tem de se mudar", lê-se no comunicado.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas