MADEIRA Meteorologia

Funchal regista temperatura média do ar mais alta de sempre no ano passado

Data de publicação
07 Junho 2024
14:06

O Funchal registou a temperatura média do ar mais alta de sempre (21,6°C), no ano passado, mais um grau face a 2022, anunciou hoje a Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM).

Em comunicado, a DREM indica que, em todas as estações meteorológicas da Madeira, a temperatura média anual aumentou em 2023 relativamente ao ano anterior.

“Nos últimos 48 anos, na estação do Funchal/Observatório, as temperaturas médias anuais variaram entre 18,1 °C nos anos de 1976 e 1984, e 21,6 °C em 2023, o ano mais quente nesta estação, desde que existem registos, consolidando a tendência de aumento que ocorre, ininterruptamente, desde 2019”, é salientado na nota.

A Direção Regional de Estatística destaca que a temperatura média anual mais alta foi registada na estação do Lugar de Baixo (21,7 °C) e a mais baixa no Pico do Areeiro (11,5 °C).

No que respeita às temperaturas máxima e mínima do ar no último ano, os extremos ocorreram nas estações da Quinta Grande (39,1 °C em junho) e da Bica da Cana (-2,6 °C em fevereiro), refere a DREM, recordando que “o valor de 39,1 °C é o atual máximo absoluto na Madeira, sendo que o anterior era de 39,0 °C, registado em agosto de 1976, na extinta estação do Sanatório do Monte”.

O mês com a temperatura média mensal mais alta foi agosto, sendo que, em 19 das 21 estações meteorológicas operacionais na região, as temperaturas médias mensais variaram entre os 19 °C na estação do Chão do Areeiro e 25,7 °C registados nas estações do Funchal/Observatório e Lugar de Baixo.

Pelo contrário, fevereiro foi o mês mais frio em todas as estações, apresentando valores médios mensais entre 2,9 °C no Pico do Areeiro e 17,5 °C no Funchal/Lido.

Relativamente ao número de noites tropicais (com temperatura igual ou superior a 20 °C), aumentaram em todas as estações, destacando-se a do Funchal/Lido com 138 dias, seguindo-se a estação do Porto Moniz, com 135 dias.

Por outro lado, em 2023, “a maioria das estações para as quais há informação de precipitação para os últimos dois anos, registaram valores de precipitação inferiores a 2022, com destaque para a estação de Santana, onde a diminuição da precipitação total foi superior: 1 031,7 mm em 2022 e 859,0 mm em 2023”, indica a DREM, acrescentando que, pelo contrário, quatro estações registaram aumentos ligeiros da precipitação anual.

No ano passado, os valores mais elevados de precipitação anual ocorreram nas estações meteorológicas do Chão do Areeiro (2.219,9 mm) e Pico do Areeiro (1.908,2 mm), enquanto os mais baixados foram registados no Funchal/Lido (298,7 mm) e no Porto Santo/Aeroporto (334,5 mm).

A DREM adianta ainda que houve mais horas de sol, menos vento e uma subida da água do mar, em 2023, face ao ano anterior.

Quanto à humidade relativa do ar, não apresentou “diferenças significativas em comparação com o ano anterior”.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vai ganhar o Europeu?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas