MADEIRA Meteorologia

Bloco de Esquerda ratifica lista dos 10 primeiros candidatos às regionais

Data de publicação
14 Abril 2024
9:26

O Bloco de Esquerda ratificou ontem, na Mesa Nacional, os dez primeiros candidatos e candidatas às eleições legislativas regionais da Madeira, numa lista encabeçada por Roberto Almada, a que se segue Dina Letra, coordenadora regional do BE-M, tal como anunciou o partido em comunicado de imprensa.

Roberto Almada, eleito deputado nas eleições de 24 de setembro de 2023, volta a assumir-se como cabeça-de-lista.

“Nesta curtíssima e inédita legislatura de apenas sete meses, o deputado do BE-M na Assembleia Legislativa Regional não defraudou as expectativas de quem votou no Bloco e tem apresentado propostas que vão ao encontro das soluções que os madeirenses e portossantenses precisam para ultrapassar as enormes dificuldades com a habitação, com o custo de vida, com a precariedade laboral e pela defesa dos serviços públicos essenciais como a saúde, os cuidados aos mais idosos e a educação, bem como da nossa biodiversidade e ambiente”, pode ler-se em nota.

Além disso, o partido refere que “da luta que faz contra o regime de privilégio instalado e promovido na Região pelo Governo Regional, com políticas ultra-liberais que defendem o capitalismo assente na ganância desmedida, o mercado que persegue o lucro a qualquer custo enquanto coloca na miséria a maioria da população, quem trabalha e produz”, tendo em linha de conta de que “Miguel Albuquerque e o seu PSD-M não têm linhas vermelhas e farão todos os acordos para se manterem no poder, mesmo que isso signifique retrocesso civilizacional e perda de direitos individuais, conquistados com muitas lutas e à custa de muitas vidas”, o BE alerta que “votar CDS, CH, IL, PAN será perpetuar o regime, não temos dúvidas”.

”Por tudo isto, faremos um duro combate a este regime, estamos confiantes no trabalho desenvolvido”, prometem. “É urgente uma mudança de políticas e para isso será fundamental reforçar a presença do Bloco de Esquerda na Assembleia Legislativa Regional da Madeira, reforçar quem nunca desistiu de lutar pelos madeirenses e portossantenses e de defender todas e todos aqueles que vivem do seu salário ou da sua pensão, por uma vida boa e mais justa”, conclui a mesma nota.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vai ganhar a Taça de Portugal?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas