MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

Nutricionista

25/09/2023 08:00

E quem nunca decidiu ou teve de recomeçar? Recomeçar um projeto, recomeçar o trabalho, recomeçar uma rotina, recomeçar o ginásio e recomeçar os cuidados com a alimentação?

Desistir e recomeçar faz parte de todas as nossas vidas. E a realidade é que parece mais fácil desistir do que recomeçar, não é?

Por um lado, desistimos porque nos comparamos com alguém e parece mais fácil assim:

- "Porque é que os outros fazem parecer tão fácil progredir na carreira e ter sucesso?";

- "Tenho 30 anos e não tenho o sucesso da minha colega, dez anos mais nova e já sou velha para recomeçar o negócio!";

- "Porquê começar, se nunca vou ter um corpo maravilhoso igual a uma amiga?";

Ninguém é igual a ninguém e não temos de ser iguais a ninguém. Apenas temos de tentar arranjar a melhor versão de nós próprios. Se não conseguimos aos 20 anos que seja aos 30 ou aos 40 anos. Não temos de atingir objetivos ao mesmo tempo que os outros. Recomeçar pode ser a qualquer idade, se é para recomeçar algo que no final nos vai deixar realizados e felizes. Vale sempre a pena!

Por outro lado, desistimos por influência dos outros:

- "Para quê recomeçar algo que dizem que não vou conseguir atingir?";

Por exemplo, algo como: "Não podes ser atriz porque não és bonita o suficiente" e "Nunca vais conseguir perder peso", não pode ser dito a um jovem adolescente. É destrui-lo por dentro numa fase em que a confiança é muito volátil.

Jovens ou não, é verdade que temos de ter força para começar e recomeçar sem olhar tanto ao ruído externo. E se em alguma situação assumirmos o papel do "outro" também temos de ter a sensibilidade de apoiar uma escolha, que podemos não concordar, mas que não é nossa. Apoiar mesmo que não se concorde é não desmoralizar e apenas falar dos riscos e dificuldades dessa mesma escolha e quem sabe, das alternativas que existem para ultrapassar os possíveis obstáculos.

Ainda, desistimos porque arranjamos desculpas:

- "Não posso ir ao ginásio porque dói o dedo do pé!"

- "Não posso comer salada porque os meus filhos não gostam!"

- "Para que é que vou fazer dieta se vou comer um hambúrguer todas as semanas!"

Para recomeçar ou não desistir também tem de haver empenho. Acima de tudo temos de ter a certeza se vamos recomeçar algo que realmente nos faz bem, que precisamos para a nossa saúde ou algo que sonhamos há muito tempo ou que queremos de verdade. Sem este estudo, facilmente arranjaremos desculpas!

E por fim, não recomeçamos, muitas vezes, porque agendamos datas predefinidas para tal. Os recomeços podem ser a qualquer altura do ano e não precisamos esperar que toque o sino da igreja ou do som das doze badaladas do ano novo para dizer: "É agora"!

E quando decidimos recomeçar algo que queremos mesmo muito, devemos focar-nos em algo muito importante: "Não desistir!". Mesmo que o processo seja lento, não desistir e lutar de "corpo e alma"! A recompensa virá, mais tarde ou mais cedo. E se acontecer desistir por motivos alheios à nossa vontade, que exista sempre espaço para recomeçar!

Recomecemos em consciência e amor aquilo que nós, realmente, queremos para nós!

A vida passa tão depressa e não queremos olhar para trás e pensar que desistimos e não fizemos nada que nos preenchesse a alma e que realmente nos deixasse felizes.

Força para os bons recomeços! Somos capazes!

OPINIÃO EM DESTAQUE
Coordenadora do Centro de Estudos de Bioética – Pólo Madeira
11/04/2024 08:00

A finitude da vida é um tema que nos confronta com a essência da nossa existência, levando-nos a refletir sobre o significado e o propósito da nossa passagem...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas