MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

14/03/2022 08:00

A Autonomia não tem um dono, é de todos nós!

Com a Autonomia nos moldes atuais, o poder de decisão passou a estar muito além das competências meramente administrativas.

Coincidente com a nossa autonomia, temos tido nestes 46 anos uma governação exclusiva do PSD (o facto do CDS agora estar no governo, em nada modificou o modo de governar a região).

E que frutos deu esta autonomia?

Passámos a gerir a totalidade do dinheiro dos nossos impostos, além das verbas do Fundo de Coesão, da Segurança Social entre outras. Com a adesão de Portugal à CEE, atual UE, em 1986, os milhões começaram a vir a sério. Estava dado o arranque para o verdadeiro desenvolvimento da Região.

De repente, a Madeira e o Porto Santo viraram um estaleiro de obras, o investimento público tomou conta de todo o desenvolvimento Regional.

É certo que hoje vivemos melhor que em 1976, é certo que demos um salto qualitativo, mas está tudo bem? Traçámos o caminho necessário para o real desenvolvimento da região e das suas gentes?

O betão prolifera, na maioria das vezes abençoado por um arraial regado a vinho seco e espetada, mas, temos os piores índices de pobreza e de exclusão social do país, temos a mais alta taxa de abandono escolar, voltamos a ser uma terra de emigração, deixamos de conseguir fixar os nossos jovens na Região. O emprego qualificado é baixo, fruto disso é a alta taxa de pessoas a receber apenas o salário mínimo, 88%.

Por isso, mais do que mais autonomia, precisamos no imediato de melhor autonomia. Precisamos de um governo que seja capaz, que utilizando a plenitude das suas competências, consiga melhorar de forma significativa a qualidade de vida na Região.

Ouvimos os nossos governantes falarem que a Região tem conseguido captar quadros altamente qualificados do estrangeiro. E os nossos altos quadros? Os nossos jovens que têm de emigrar, jovens pelos quais os seus pais fizeram um esforço enorme para lhes proporcionar mais educação. Que Autonomia é esta, que não olha pelas suas gentes?

Que Autonomia é esta em que muitas famílias anseiam pelas vésperas das eleições para receberem um cabaz alimentar, recheado com frangos congelados? Que Autonomia é esta que colocou o seu povo à míngua, de mão estendida, sempre à espera do apoio social, pois o emprego que conseguem obter, não é suficiente para lhes proporcionar uma vida digna.

Diariamente ouvimos histórias de listas de espera intermináveis para consultas médicas, de cirurgias adiadas, de exames que não são feitos, de pessoas que morrem à espera de um melhor Serviço Regional de Saúde. É esta Autonomia que queremos?

Queremos melhor Autonomia e somos capazes de ter melhor Autonomia. O PS está preparado para realmente melhorar a vida dos madeirenses e portossantenses. O caminho iniciado com Paulo Cafôfo, que consolidou o PS como a única alternativa para a Região, entra agora numa nova fase com Sérgio Gonçalves. Em 2023 teremos novamente a oportunidade de mostrar que somos capazes e que sabemos qual o caminho que queremos para termos uma melhor Autonomia. O Início de uma Madeira melhor.

OPINIÃO EM DESTAQUE
Coordenadora do Centro de Estudos de Bioética – Pólo Madeira
11/04/2024 08:00

A finitude da vida é um tema que nos confronta com a essência da nossa existência, levando-nos a refletir sobre o significado e o propósito da nossa passagem...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas