MADEIRA Meteorologia

Europeias: Cotrim de Figueiredo diz que é importantíssimo votar para baixar abstenção

Data de publicação
09 Junho 2024
10:12

O candidato da Iniciativa Liberal (IL) às eleições europeias afirmou hoje que é importantíssimo ir votar para baixar a taxa de abstenção e porque “um direito que não se exerce é um direito que esmorece”.

“Hoje é importantíssimo votar quanto mais não seja para evitarmos as eternas discussões da abstenção ao fim da noite”, disse João Cotrim de Figueiredo aos jornalistas, depois de ter votado na Escola Básica Marquesa de Alorna, em Lisboa.

O candidato a eurodeputado, que desde o arranque da campanha traçou a abstenção como o seu grande adversário, confessou que gostava muito que a abstenção baixasse substancialmente porque nesta eleição, e pela primeira vez, é possível votar em qualquer sítio, não havendo desculpas para não exercer o direito de voto.

“Eu estou a votar na minha assembleia de voto normal, na minha área de residência, mas comigo está o Miguel Rangel, que é o secretário-geral do partido, que tem residência no Porto e hoje votou aqui sem problema nenhum”, exemplificou.

Dizendo que “um direito que não se exerce é um direito que esmorece”, Cotrim de Figueiredo salientou que votar é sempre importante, mas nas europeias é “particularmente importante” porque é a eleição que tem sido “tipicamente menos participada” pelos portugueses.

“Talvez porque os portugueses nunca tenham sentido a ligação daquilo que se passa em Portugal com aquilo que se passa na Europa”, apontou.

Em 2019, nas anteriores eleições europeias, Portugal registou a pior taxa de abstenção (68,6%) desde que pertence à União Europeia, em contraciclo com a participação na Europa - cerca de 50%.

Cotrim de Figueiredo contou ainda que, antes de ir para o local onde vai passar a noite eleitoral no Espaço Oficinas II – Calvanas, no Lumiar, em Lisboa, vai aproveitar o dia para estar em família que, nestas últimas semanas, foi um pouco negligenciada.

“Acho que pode ser uma noite eleitoral bastante interessante”, considerou, realçando estar “bastante confiante”.

As mesas de voto para as eleições europeias abriram hoje às 08:00 em Portugal Continental e na Madeira, encerrando às 19:00.

Nos Açores, as mesas de voto abrem e encerram uma hora depois em relação à hora de Lisboa, devido à diferença horária.

A estas eleições, para as quais se inscreveram para votar antecipadamente no passado domingo mais de 252.000 eleitores, concorrem em Portugal 17 partidos e coligações.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas