MADEIRA Meteorologia

Embaixador da UE adverte para "escalada" de tensão com Reino Unido

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
19 Maio 2022
18:18

O embaixador da União Europeia (UE) no Reino Unido, João Vale de Almeida, antecipou hoje uma "escalada" de tensão se Londres cumprir a ameaça de anular unilateralmente partes do Protocolo da Irlanda do Norte que assinou com Bruxelas.

"O unilateral pede o unilateral. A ação pede a reação", alertou o português, em declarações a jornalistas, depois de a ministra dos Negócios Estrangeiros britânica, Liz Truss, ter anunciado uma proposta de lei para suprimir as disposições que considera problemáticas do tratado.

"É isso que queremos, uma escalada sobre a Irlanda do Norte neste momento? Penso que não", disse Vale de Almeida.

A União Europeia propôs flexibilizar a aplicação do Protocolo, que regulamenta o estatuto comercial da região britânica após o ‘Brexit’, mas recusa-se a reescrever o texto que entrou em vigor há 18 meses, como exige o Reino Unido.

"Ainda há potencial nas propostas que fizemos, gostaríamos de nos focar nisso, em vez de fazer as coisas unilateralmente", disse o diplomata.

O vice-presidente da Comissão Europeia (CE) para Relações Interinstitucionais, Maroš Šef?ovi?, encarregado das relações com o Reino Unido, tem um mandato dos líderes dos 27 que não contempla a reescrita do tratado.

"Dizem-nos que devemos ter outro mandato, mas posso dizer-vos muito claramente que o que os Estados-Membros nos estão a transmitir é muito simples: não precisam de outro mandato", declarou Vale de Almeida.

A disputa pela Irlanda do Norte "teve um impacto excessivamente negativo na qualidade da nossa relação geral", disse o embaixador, avaliando a relação entre o Reino Unido e a UE um ano e meio após a materialização do ‘Brexit’.

"Estou preocupado com os baixos níveis de confiança entre os dois lados (do Canal da Mancha)", acrescentou.

Lusa

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem acha que vai governar a Região após as eleições de 26 de maio?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas