MADEIRA Meteorologia

Oferta de quartos para arrendar no Funchal cai 66%

Data de publicação
24 Abril 2024
9:46

A oferta de quartos para arrendar em Portugal aumentou 75% no último ano. Já no Funchal, o número sofreu uma descida de 66%.

Apesar do aumento na disponibilidade de quartos no mercado português, os preços subiram 15% durante o mesmo período, custando 425 euros por mês, segundo uma análise de dados publicada pelo idealista, o marketplace imobiliário do sul da Europa.

O portal Idealista revela que a oferta subiu em quase todas as cidades, com exceção do Funchal (-66%), Vila Real (-11%) e Leiria (-2%), onde há menos quartos disponíveis para arrendar no mercado.

Por outro lado, a oferta disparou em Castelo Branco (232%), Bragança (133%), Santarém (111%), Lisboa (105%), Ponta Delgada (95%), Porto (64%), Coimbra (62%), Viana do Castelo (44%), Braga (41%), Viseu (29%), Évora (26%), Faro (23%), Aveiro (8%), e Setúbal (6%). Já em Guarda o stock de quartos para arrendar manteve-se estável.

Preços sobem em todas as capitais de distrito

Apesar do aumento da oferta na maioria das cidades, os preços continuaram a sua trajetória de subida. Ponta Delgada foi onde os quartos para arrendar mais subiram de preço, 42% num ano. Seguem-se Castelo Branco (36%), Santarém (20%), Funchal (20%), Bragança (17%), Leiria (16%), Lisboa (15%), Viseu (13%) e Viana do Castelo (11%). As menores subidas de preço foram em Coimbra (7%), Braga (7%), Évora (7%), Aveiro (7%) e Porto (5%). Em Faro e Setúbal, os preços dos quartos para arrendar mantiveram-se estáveis no último ano.

Por outro lado, os preços desceram em Vila Real (-20%) e Guarda (-20%).

Lisboa continua a ser a cidade com os quartos mais caros: 545 euros por mês. Seguem-se o Porto (400 euros/mês), Ponta Delgada (362 euros/mês), Castelo Branco (300 euros/mês), Santarém (300 euros/mês), Funchal (300 euros/mês), Viana do Castelo (300 euros/mês), Coimbra (300 euros/mês), Braga (300 euros/mês), Évora (300 euros/mês), Aveiro (300 euros/mês), Faro (300 euros/mês), Setúbal (300 euros/mês) e Leiria (290 euros/mês).

Quanto aos quartos mais baratos para arrendar, encontram-se na Guarda (200 euros/mês), Bragança (234 euros/mês), Vila Real (240 euros/mês) e Viseu (260 euros/mês).

Pessoas interessadas por quarto

O aumento da oferta de quartos disponíveis para arrendar causou uma redução de 37% no número de interessados por quarto ao longo de um ano.

Foi em Castelo Branco onde o número de contactos por quarto mais desceu, 70% nos últimos doze meses. Seguem-se Lisboa (-52%), Santarém (-51%), Viana do Castelo (-33%), Porto (-30%), Ponta Delgada (-23%), Coimbra (-21%), Braga (-14%), Bragança (-12%) e Évora (-1%).

O número de interessados por quarto aumentou 342% no Funchal, seguindo-se Vila Real (205%), Setúbal (46%), Aveiro (40%), Leiria (34%), Guarda (17%), Faro (8%) e Viseu (8%).

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem acha que vai governar a Região após as eleições de 26 de maio?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas