MADEIRA Meteorologia

Madeira regista maior quebra da renda média em agosto

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
30 Agosto 2022
9:53

Face ao mês de julho (-13,5%), a Madeira registou maior quebra da renda média em agosto, que se fixa em 1.068€, segundo estudo do Imovirtual.

No arrendamento, adita o Imovirtual, o valor médio dos imóveis para arrendar sobe +7,2% em agosto, em relação a julho, passando de 1.317€ para 1.412€. Em agosto do ano anterior, a renda média fixava-se em 1.019€, o que representa um aumento de +38,6% (quase 400 euros mais cara).

Já quanto ao preço médio de venda, saliente-se, este manteve-se estável em agosto (+0,7%), face a julho, passando de 401.312€ para 403.935€. Em comparação com o período homólogo de 2021, que registava um valor médio de venda de 365.264€, há um aumento de +10,6%, que se traduz em casas 38,7 mil euros mais caras.

No caso, a Madeira é um dos distritos com o aumento mais significativo do preço médio de venda em agosto, face a julho.

Destaca-se, assim, a Região Autónoma da Madeira (+3,3%, de 448.592€ para 463.349€), Coimbra (+3,4%, de 197.721€ para 204.487€), Guarda (+3,2%, de 107.018€ para 110.414€) e Portalegre (+3,1%, de 118.620€ para 122.330€).

Comparativamente com agosto do ano passado, os distritos que registaram o maior aumento do preço de venda são a Região Autónoma da Madeira (+24,9%), passando de 370.942€ para 463.349€ e Setúbal (+23,2%), que sobe de 306.026€ para 376.945€. Vila Real é o distrito com a maior quebra do preço médio de venda face a agosto de 2021 (-6,5%), descendo de 193.435€ para 180.812€.

Guarda (110.414€) e Castelo Branco (121.449€) foram os distritos mais baratos para comprar casa em agosto. Os mais caros mantêm-se Lisboa (643.450€) e Faro (566.806€).

Romina Barreto

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas