MADEIRA Meteorologia

Bayer Leverkusen conquista primeiro título alemão 120 anos após fundação

Data de publicação
14 Abril 2024
21:14

O Bayer Leverkusen sagrou-se hoje pela primeira vez campeão alemão de futebol, no ano do seu 120.º aniversário e numa temporada sob o comando de Xabi Alonso, até agora, praticamente perfeita, ainda sem derrotas em todas as competições.

Perante os seus adeptos, o Bayer Leverkusen festejou a sua primeira Liga alemã com um triunfo, por 5-0, sobre o Werder Bremen, chegando ao final da 29.ª jornada, e ainda com cinco por disputar, com 16 pontos de avanço sobre Bayern Munique e Estugarda.

Os bávaros tinham vencido as últimas 11 Bundesligas, domínio agora quebrado pelos ‘farmacêuticos’, comandados por um ainda jovem Xabi Alonso, que, aos 42 anos, ganha o seu primeiro título como treinador, sete anos depois de ter acabado uma celebrada carreira, precisamente no Bayern Munique.

A aposta da equipa de Leverkusen na última temporada, que foi contratar Alonso à equipa B da Real Sociedad, foi surpreendente, mas acaba agora por ser recompensada com o inédito título, ao qual pode ainda juntar a Liga Europa e a Taça da Alemanha.

Essa aposta vai manter-se para a próxima temporada, uma vez que o treinador basco já garantiu a sua continuidade, apenas de ser um dos mais procurados técnicos na Europa, com o seu nome a ter sido associado, entre outros, a Bayern Munique e Liverpool.

Em 29 encontros da Liga alemã, o Bayer permitiu apenas quatro empates, numa temporada em que mostrou um grande querer, que lhe valeu muitas vitórias nos instantes finais dos encontros – tem ainda apenas um empate em nove jogos na Liga Europa e cinco vitórias na Taça da Alemanha.

O título praticamente ficou sentenciado à 21.ª jornada, quando o Leverkusen, que está pela 45.ª vez na Bundesliga, ‘vergou’ o Bayern Munique a uma derrota por 3-0.

Antes de chegar ao seu primeiro título, o Bayer Leverkusen tinha conseguido ficar no pódio em 11 ocasiões, com cinco segundos lugares, um dos quais em 1999/2000, ano em que perdeu o campeonato na última jornada, ao ser derrotado em casa do Unterhaching, sendo ultrapassado pelo Bayern, que terminou com os mesmos pontos.

Sem as grandes estrelas do plantel dos bávaros, o Leverkusen baseou o seu ‘onze’ em alguns jogadores mais experientes, como o ex-benfiquista Alejandro Grimaldo, autor de 11 golos e três assistências na época, os defesas Jonathan Tah ou o médio Granit Xhaka.

Destaque ainda para a época mais profícua do ainda jovem Florian Wirtz, que, apenas com 20 anos, já está na terceira temporada na equipa principal dos ‘farmacêuticos’, na qual marcou 17 golos nas várias provas.

Também ainda jovens, ambos com 23 anos, o ala Jeremie Frimpong, com 12 tentos, e o avançado Victor Boniface, o melhor marcador da equipa, com 18 golos em todas as competições, foram outras das figuras da equipa de Xabi Alonso.

Este é o terceiro grande título do Bayer Leverkusen, depois de ter vencido a Taça UEFA de 1987/88 e a Taça da Alemanha em 1992/93, destacando-se ainda a presença na final da Liga dos Campeões de 2001/02, perdida para o Real Madrid.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem acha que vai governar a Região após as eleições de 26 de maio?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas