MADEIRA Meteorologia

Al Hilal derrotado na ‘Champions’ asiática e recorde de vitórias termina nas 34

Data de publicação
17 Abril 2024
21:04

O Al Hilal, treinado por Jorge Jesus, foi hoje derrotado por 4-2 na visita ao Al Ain, na primeira mão das meias-finais da Liga dos Campeões asiática de futebol, e terminou um recorde mundial de 34 vitórias seguidas.

No jogo, que estava agendado para terça-feira e foi adiado para hoje devido ao mau tempo, a grande figura da formação dos Emirados Árabes Unidos foi o marroquino Soufiane Rahimi, que fez um ‘hat-trick’, com golos aos 06, 26 e 38 minutos, os dois últimos de penálti.

O paraguaio Kaku, aos 56, também de castigo máximo, ampliou a vantagem, enquanto o brasileiro Malcolm, aos 49, e Al Dawsari, aos 78, anotaram os tentos dos sauditas.

Com este resultado, a formação comandada por Jorge Jesus, que contou com o internacional luso Rúben Neves, terminou uma série de 34 vitórias consecutivas nas diferentes competições, um recorde mundial, mais sete do que o anterior máximo, que pertencia, desde 2016/17, aos galeses do The New Saints, com 27.

O Al Hilal estava 100% vitorioso desde 25 de setembro de 2023, entre jogos de campeonato (20 jogos), ‘Champions’ asiática (nove), Taça da Arábia Saudita (três) e Supertaça saudita (dois), que ganhou em 11 de abril.

A derrota começou a ser ‘desenhada’ logo aos seis minutos, com um golo de Rahimi, avançado que ampliou a vantagem ainda na primeira parte, com dois golos de penálti, aos 26 e 38.

Na segunda parte, a formação de Jorge Jesus conseguiu reduzir com um golo de Malcolm, aos 49 minutos, mas o Al Ain, que eliminou o Al Nassr de Ronaldo, Otávio e Luís Castro nos quartos de final da ‘Champions’, beneficiou de nova grande penalidade, aos 56, desde vez convertida por Kaku.

Com uma desvantagem de três golos, o Al Hilal lançou-se no ataque e reduziu de novo a desvantagem por parte de Al Dawsari, aos 78 minutos, jogador que já em período de descontos ainda enviou uma bola ao poste.

O Al Ain está, assim, em boa posição para chegar à final da prova, que venceu em 2003, enquanto o Al Hilal vai tentar recuperar da desvantagem de dois golos para chegar à decisão da competição, que já venceu por quatro vezes.

O jogo da segunda mão das meias-finais da Liga dos Campeões asiática está agendado para terça-feira, dia 23 de abril, na Arábia Saudita.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas