MADEIRA Meteorologia

Poesia levou várias pessoas ao palco do Fórum Machico (com fotos)

Paula Abreu

Jornalista

Data de publicação
17 Junho 2024
10:34

“Porque a poesia modifica as pessoas e envolve sentimentos”, o Grupo de Teatro de Machico levou ontem a cabo o 12º Sarau ‘Luar da Poesia’, que homenageou o padre Martins Júnior, também poeta.

Um momento que reuniu, no palco do Fórum Machico, várias pessoas, para homenagear o poeta e antigo pároco da Ribeira Seca, para além de ser uma a oportunidade para declamarem poesia ou mostrarem expressões artísticas aliadas a poemas.

  • O sarau deste ano homenageou Martins Júnior, mas recordou também outros poetas como José António Gonçalves.

Amaro Santos explicou que o sarau nasceu em contexto de sala de aula. O também professor referiu que os alunos eram desafiados a criar uma canção em pequeno grupo e tinham de declamar o poema em voz alta para os colegas, o que “gerava risotas inicialmente”. Mas, passado esse momento, notou-se que houve reflexão e respeito pelos outros, “com uma mudança comportamental e emocional” nos adolescentes.

Surgiu assim a ideia a Amaro Santos de dinamizar um sarau de poesia, para que não só os alunos como qualquer pessoa interessada tivesse um espaço para declamar poesia, seja com poemas originais como de autores homenageados.

Assim, ontem, como já referimos, os poemas de José Martins Júnior foram declamados, para além de outros originais dos inscritos para se apresentar ao público no Fórum Machico, com expressões que não se cingiram apenas à leitura de poesia. Segundo o responsável, as pessoas podiam se expressar através da música, com instrumentos musicais e com dança, alternando com momentos poéticos. “É uma iniciativa que tem sido interessante e que tem tido cada vez mais sucesso” e que tem dado oportunidade a pessoas que gostam de poesia de se exporem na declaração perante o público.

O evento, que conta com o apoio da Secretaria Regional de Economia, Turismo e Cultura, tem vindo a atrair mais inscritos e público, sendo que o diretor do Grupo de Teatro de Machico considera que o sarau alimenta a motivação e incentiva à criação poética. “Há pessoas que apresentam poemas originais e podem também levar poetas de outros autores. Esta edição, homenageamos um poeta ainda vivo, que é o Padre Martins Júnior”, sublinhou o responsável.

Recorde-se que nas edições anteriores, já foram homenageados Francisco Álvares de Nóbrega, Tolentino Mendonça, Herberto Hélder, José Agostinho Baptista, José António Gonçalves, João Carlos Abreu, Carlos Nogueira Fino, Irene Lucília Andrade, José Sainz-Trueva, Vialle Moutinho e Alves dos Santos.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas