Venezuela: Consulado de Portugal em Valência encerra duas semanas por motivos sanitários

Lusa

O Consulado Geral de Portugal na cidade venezuelana de Valência, Estado de Carabobo (175 quilómetros a leste de Caracas) vai encerrar as portas durante as próximas duas semanas por motivos sanitários, foi hoje anunciado.

“O Consulado Geral de Portugal em Valência informa que irá estar encerrado temporariamente, desde segunda-feira, 26 de abril de 2021, por motivos sanitários”, explica o Consulado em comunicado.

O documento, que não avança mais informações sobre os “motivos sanitários”, explica que “as marcações de 26 de abril a 7 de maio serão reagendadas logo que possível e comunicadas novas datas aos interessados”.

“Para assuntos verdadeiramente urgentes, pede-se o envio de 'e-mail' para valencia@mne.pt com o título 'emergência'. Para outros assuntos, não urgentes, por favor voltar a contactar o consulado a partir de 10 de maio de 2021”, sublinha o comunicado que remete a consulta de informação atualizada para o endereço https://valencia.consuladoportugal.mne.gov.pt/pt/.

Uma fonte diplomática explicou à Agência Lusa que se trata de uma “ação preventiva” em termos “sanitários” uma vez que o Consulado Geral de Portugal em Valência é um sítio com significativa concorrência de compatriotas.

Na Venezuela existem duas circunscrições consulares, Caracas e Valência, com um total de 600 mil portugueses inscritos.

No entanto, fontes da comunidade portuguesa local insistem que no país residem mais de 1,5 milhões de portugueses, incluindo os luso-descendentes.