Prejuízo da explosão no restaurante Bragados ascende a 500 mil euros. “É um sonho destruído”

Catarina Gouveia e Bruna Nóbrega

O prejuízo da explosão no restaurante Bragados, em Santana, ascende a 500 mil euros, aponta Alfredo Freitas, o proprietário do espaço de restauração.

Aos jornalistas, o proprietário garante que estava tudo certificado e diz não ter ideia do que possa ter originado a explosão.

Alfredo Freitas relata que o restaurante abria às 08h30 e que “uma das funcionárias estava a atravessar a estrada”, prestes a chegar ao espaço, para começar mais um dia de trabalho quando tudo aconteceu diante dos seus olhos.

Na hora do sucedido, no mesmo prédio do restaurante, onde vivia Alfredo Freitas e a sua família, a filha, o genro e o neto estavam a dormir. Segundo conta, foram alguns populares que prestaram o primeiro socorro aos três familiares."Conseguiram tirá-los do meio dos escombros", menciona, acrescentando que a sua esposa e neta, que também moravam naquela residência, por sorte, não se encontravam em casa no momento da explosão.

A destruição do Bragados, que tinha sido remodelado há cerca de um ano e meio, representa para Alfredo Freitas um "sonho destruído". "40 anos a trabalhar, um negócio já de 1994, o restaurante foi licenciado em 1997 e tínhamos tudo para dar certo”, lamentou.

Recorde-se que a família de seis pessoas, entre eles um bebé de dezoito meses, serão apoiados pela Câmara Municipal de Santana e ficarão provisoriamente em casa de familiares.